TRANSPORTAÇÃO

Um dos grandes processos sociais e culturais dos dias hodiernos, e que eclodem principalmente dentro dos lares, é, sem sombra de dúvidas e a grosso modo, a TRANSPORTAÇÃO. Que seria isto? Transportação? Sim. Para muitos agora é transportar o seu amor, tempo, dinheiro, afetos, carinho para outra pessoa… Negativo! Para os animais de estimação.

Há pessoas que chegam a tratar os animais de forma mais cuidadosa e melhor do que jamais trataria um semelhante seu. Há também os mais cuidadosos que não esquecem jamais dos remédios, vacinas, rações, etc. Existem também os que não esquecem das fraldas, dos aparelhos de ginástica, não esquecem até mesmo das aulas de inglês e piano para os “Yorkshires”.

Nestas prioridades, os cães encabeçam a lista dos mais cobiçados e procurados. Após, tem-se os gatos, ratos, papagaios, cobras, iguanas, jacarés, tartarugas, peixes, tigres, ou até mesmo, onças pintadas. Há uns sortudos que conseguem angariar um gorilazinho e, se pagando um pouquinho a mais, consegue negociar na pexincha algum paquidermezinho órfão. Ou seja, dois pelo preço de um.

Vários fatores que eram relevantes para a união da raça estão em questionamento. Um deles é, sem titubear, o fator da reprodução. Como? Como existirá a reprodução da espécie com o mesmo sexo pra ambos os lados?

Falam-se em discriminação. Eu concordo! Não é nem discriminação, tampouco, preconceito. O caso é simplesmente uma guerra declarada contra Deus, o Criador que, em sua indisível sabedoria, fez notório o saber que, para o bem da humanidade, o sexo oposto deveria prevalecer.  Agora, fica este grande dilema universal existencial: Pobres mortais não querem se unir ao sexo oposto. E, em contrapartida, enchem a casa dos “pets”.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Enfim, de quando em vez, alguém acha, jogado em algum matagal, (procure pela Internet sobre o assunto) algum feto humano, com traços, fenótipos e genótipos de animais de espécie diferente. Esta TRANSPORTAÇÃO não é nada boa.

Talvez você goste disso também:

Sobre: Adriano Taciano

Latino; Brasileiro; Mineiro; Belorizontino; Estudante (graduação superior tecnológica em Gestão de Recursos Humanos); Poeta e escritor; compositor e músico autodidata.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
20 × 20 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>