Teorias Reformistas: Malthusiana e Neomalthusiana

Introdução:

Esse artigo tem o objetivo discorrer sobre as teorias demográficas Malthusiana e Neomalthusiana, o que essas teorias falam, quais foram seus erros, o os suas conclusões.

Postulados da Teoria de Malthus:

De acordo com a teoria a população tenderia a crescer em uma progressão geométrica de razão 2, a cada 25 anos(2, 4, 8, 16, 32…) e assim só tenderia a aumentar

A produção de alimentos seguiria uma progressão aritmética (2, 4, 6, 8, 10..) e assim seria limitada a extensão de territorial dos continentes

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Esses dois postulados são onde toda teoria se embasa onde ele considerou um mundo não acompanharia a produção de alimentos junto com a população

Erros de previsão:

Os erros ocorreram por conta da tecnologia, ou melhor, por falta dela, já que ele dizia que o espaço físico não acompanharia a produção de alimentos coisa que foi refutada, já que atualmente é possível fazer uma grande quantidade de alimentos em pouco espaço. Outro problema é que a época que ele fez essa teoria, ele vivia em uma região agrária, e  considerou isso para todo mundo.

Conclusão da teoria:

Malthus, considerou algumas soluções como, ele era um Pastor, ele não era favorável ao uso de anticoncepcionais. Então ele disse que, só poderia ter filhos que tivesse terras para plantar alimentos para sustentá-los(ou seja pobre não podia ter filhos de acordo com ele).

Postulados da teoria Neomalthusiana:

A teoria Neomalthusiana diz que seria necessário um controle de natalidade já que foi observado países cuja a natalidade é alta eles tendem a ser mais pobres já que o governo tende a investir mais em educação e saúde e deixa indústrias se setores mais produtivos de lado. Um outro ponto que a teoria aborda, é que países com maiores populações tende a ter a renda per capita menor e as disponibilidade de capital a ser usada por agentes econômicos.

Erros da teoria:

Um erro claro da teoria é dizer que investimentos em educação são inúteis coisa que não é verdade já que países como Alemanha, Japão os incentivos na educação foram cruciais para essas nações conseguirem se reerguer após a Segunda grande guerra.

Conclusão da Teoria:

A conclusão da teoria não se difere muito da malthusiana clássica, pois ela neomalthusiana diaz que as altas taxas de natalidades devem ser retrocedidas para que haja investimentos em indústrias e no setor agrícola, ao invés de educação e saúde.

Fontes: Geografia Geral do Brasil: Espaço Geográfico e Globalização, de Eustáquio de Sene e João Carlos Moreira.

Talvez você goste disso também:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
3 × 24 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>