Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


Quem sabe, faz NA hora

Precisando de Dinheiro?

Ganhe até $80 por Dia
Sem Indicar Nem Vender
Forneça seus Dados para Começar

O mundo está quase que completamente maluco. Nos jornais, a única coisa noticiada que não fala sobre corrupção, atentados terroristas e violência é a previsão do tempo – isso quando não acontece um desastre natural provocado por excesso ou falta de chuvas. De vez em quando, surge uma boa notícia, sobre algum bom exemplo, coisa rara, acontecido em alguma cidade desse nosso Brasil tão judiado. Outro dia eu conheci um bom exemplo pessoalmente, um dos tantos que acontecem por aí, mas, que não são noticiados.

 Minha cidade não é muito grande, mas tem um comércio movimentado. Arrumei um emprego num escritório, como administrador, e conheci o Jorge. Jorge trabalhava como assistente administrativo e virou meu braço direito em apenas duas semanas. Ao fim da segunda semana, resolvemos ir pra um barzinho especialista em happy hour (segundo eles mesmos) e conversamos por horas sobre nossas vidas. Fui de carona com ele porque meu carro estava na revisão. Era um carro popular, mas muito bem equipado. Perguntei se tinha saído muito caro e Jorge disse que não, porque ele havia comprado num consórcio de automóveis. Como ele era muito novo, apenas 19 anos, julguei que ele havia sido contemplado logo nos primeiros sorteios, e ele me respondeu: “Que nada! Fui sorteado num dos últimos! Fiquei no grupo por dois anos”. Estranhei. Dois anos atrás ele tinha 17 anos, nem poderia dirigir! E ele me disse: “é que meu pai entrou pra mim, porque eu realmente não podia por ser menor. Mas quem pagou as parcelas fui eu, com meu primeiro emprego”. Que era o do escritório, em que eu havia acabado de entrar.

 Olho vivo

Jorge era uma das pessoas mais organizadas e focadas que eu já havia conhecido. E simples que só ele! Me falava desse consórcio e de como havia entrado e participado de todas as assembleias com uma simplicidade absurda, e não era falsa. Ele era focado em objetivos: sabia que teria seu salário, sabia que precisaria de um carro para ter mais liberdade (“e para ajudar o pai doente”, como ele fazia questão de frisar) mas não podia dirigir ainda. Mas através da jogada que fizeram, tinha como dar certo. Foram dois anos investindo seu salário nas parcelas do consórcio de automóveis – e tirou a carteira três meses antes de ser contemplado no sorteio.

Não parava por aí. Como o carro já estava quitado, ele separava 30% do salário atual para gastos pessoais e o restante ele investia na poupança. “É para dar entrada na minha casa, daqui a uns anos”. Ele pretendia morar com os pais até os 25, quando provavelmente já estaria pensando em se casar – ou em ter uma vida independente, mesmo. Por mais que ele planejasse o futuro, sabia contar com variáveis imprevistas – e quer coisa mais imprevista do que um casamento?

“E você ajuda em casa?”, perguntei. “Eu bem que tentei, mas meu pai nunca deixou. Ele fala que o que eu ganho é fruto do meu trabalho e que deve ficar só comigo. Mas de vez em quando eu faço umas compras e coloco escondido no armário; ele é meio esquecido e nunca se lembra o que tem lá dentro”, e deu uma risada. Fantástico!

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

 Planos para o futuro

A facilidade do Jorge em se planejar era invejável, e explicava muito bem seu alto desempenho na empresa. Ele pretende entrar para uma faculdade de Administração para fazer carreira na empresa – e como não sobra recurso para cursinho, ele estuda por conta própria. Pelo menos três horas por dia ele dedica a estudos, pesquisas na internet, e tira dúvidas conosco lá na empresa, ficando de olhos muito atentos a tudo o que acontece ali dentro.

O único problema que eu via no Jorge era a dificuldade que ele tinha em socializar. Era extremamente organizado com tarefas, mas parecia não saber se divertir, se distrair, e isso me deixava meio preocupado. Talvez fosse falta de hábito. Mas aí foi minha vez de planejar algo pro futuro dele: criar situações pra que ele investisse parte dos tais 30% em diversão, em lazer. Ainda teríamos outros happy hours como aquela, pra eu conhecê-lo melhor e saber o que planejar – e quem sabe, aprender com ele sobre consórcios de automóveis e outras tarefas que exijam tanta organização e visão de futuro? Nisso ele é especialista!

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
17 × 6 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>