Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


Queda

Precisando de Dinheiro?

Ganhe R$80 por Dia
Sem Indicar nem Vender
Apenas Visualizando Anuncios
Forneça seus Dados para Começar

Ela fez o ritual completo para esse tipo de coisa hoje em dia. Primeiro, a foto enigmática nas redes sociais, apenas com o pé imobilizado em um ambiente que parecia um hospital, seguida da frase “os desafios que a vida nos coloca”. Seguiram-se dezenas de comentários de conhecidos e até de gente não tão conhecida assim querendo saber o que tinha acontecido e desejando melhoras. O próximo passo foi outra foto do tal pé, agora já no sofá de casa e com alguns elementos compondo o fundo: um copo d’água, uma caixa do remédio Tandrilax, porta-retratos, lenços de papel etc.

Junto com a nova foto, uma mensagem extensa – o famoso “textão” – no qual agradecia a todos pela preocupação manifestada na foto anterior, que é nesses momentos que sabemos com quem podemos contar nessa vida e outras frases que pareciam tiradas de um vídeo motivacional. Em seguida, fazia mistério sobre a natureza do “acidente” a que tinha sido acometida, dizendo que certas coisas na vida acontecem por algum motivo, que precisamos agradecer todos os dias pelo dom da vida, que determinados erros aos quais nos entregamos servem como lição e por aí vai. Resultado: a mensagem fez ainda mais sucesso do que a anterior, a foto foi compartilhada por quase uma centena de pessoas, ela foi chamada de “guerreira” e “vencedora”, entre outros.

Fama

É inacreditável o potencial que esse tipo de mensagem tem na internet. É natural do ser humano preocupar-se com o bem-estar dos conhecidos, mas a exposição que podemos ter nas mídias sociais parece ter dado uma liberdade fantástica a todos para exporem seus problemas e esperarem certo “tratamento VIP” por conta deles: as mensagens de apoio, o carinho de pessoas às vezes até não muito próximas, o ato de se sentir em evidência. É uma nova modalidade de sofrimento público, muito em moda hoje em dia, que consegue dar uma importância inédita a fatos corriqueiros dependendo de como são colocados.

 

A tal pessoa “acidentada” em questão é uma amiga, a qual fui visitar alguns dias depois do sucesso de suas fotos na internet. Ainda sem se mexer muito, disse que ainda estava sentindo algumas dores nas juntas, combatidas com o uso do sempre eficiente remédio Tandrilax – que eu conheço bem, dados alguns problemas nas costas que me acompanham faz anos (embora eu não os exponha na internet…). O Tandrilax justifica sua fama: além de anti-inflamatório, é um potente analgésico e relaxante muscular, tendo uma ação bem rápida e que contribui bastante para passarmos por esses quadros de dores. Mas mais curioso do que a medicação que minha amiga tomava, estava eu em relação à origem de suas dores…

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Verdade

A princípio ela tentou mudar de assunto, voltar a falar das benesses do Tandrilax, mas resolvi insistir um pouco, brincando que do jeito que ela tinha tratado o assunto na internet, poderia ter sido desde de uma tentativa de suicídio até uma abdução por seres de outros planetas.  Meio sem graça, ela me confessou ter escorregado em uma casca de banana que ela própria havia comido minutos antes. Embora motivada a divulgar sua enfermidade nas redes sociais, ficara com vergonha de contar o motivo e ter virado alvo de chacota ao invés de consideração. Quando finalmente parei de rir e jurei segredo sobre a natureza do “acidente”, despedi-me e saí de lá cada vez mais intrigado por essas criaturas inacreditáveis chamadas seres humanos.

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>