Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


Qual o motivo

Precisando de Dinheiro?

Ganhe até $80 por Dia
Sem Indicar Nem Vender
Forneça seus Dados para Começar

Qual o motivo

Eu tenho que escrever tudo que acontece comigo nesta vida, pois como muitos dizem; eu também digo, míngüem pediu para nascer, mas já que nascemos temos que viver.

Mesmo que esta vida seja uma vida desgraçada, e que não seja uma vida bela e direita, mas o que é uma vida bela e direita.

Somente queria trabalhar nada mais que isso.

            Vou explicar direitinho para que não fique duvidas e que Deus me perdoe e depois não me venha – encher o meu saco e não me condene.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Tudo que está escrito é o seguinte você anda na linha ou vai ser condenado, mas condenado do que, sem nem pedi para vir a esta vida, e nem um linha eu tenho para seguir.

Já que estou aqui tenho que viver a vida, do jeito que ela me apresenta para viver; ou não?

Então minha responsabilidade é até o exato momento que me lembro o que vem após com meu esquecimento, eu já não tenho mais culpa e está entregue nas mãos de Deus.

E ele sabe o que foi que fiz, então ate o momento exato em que me lembro pode ser de minha total responsabilidade.

Mas ao passar para o esquecimento, já não podem dizer que é tudo de minha responsabilidade. 

Torna-se responsabilidade de Deus, por isso Deus o criador não tem mais direito e não pode me condenar por uma coisa que talvez eu tenha feito fora de mim e de maneira nenhuma, querendo ele ou não poderá colocar-me na cadeira dos réus.

Convidado para trabalhar neste fim de semana em um clube de danças, onde eu ia ganhar quarenta reais para ficar na portaria, muito pouco por sinal, mas como estou totalmente sem dinheiro e sem emprego porque não ir, me pergunte.

Sei também que quando sai para ir trabalhar, era para ir-me de moto com o artista, mas ele atrasou e eu desci a pé, cheguei por volta das dez e meia.

 Trabalhei normalmente a noite toda, até as três e vinte, quando se dá por encerrado a portaria e é liberada, assim quem está dentro do salão ou mesmo os de fora podem circular livremente.

Aí nós os trabalhadores da noitada, menos os seguranças tinhamos direito de ir até dançar um pouquinho, pois o baile termina sempre as quatro e quinze e com isso dava uma hora de divertimento para nós.

Bem dancei um pouquinho com umas duas mulheres e ao terminar o baile, fomos para o acerto da noite, que quer dizer, pagar todos que ali trabalharam, eu como fiquei na portaria somente ajudei contar os ingressos, para que o vendedor de bilhetes apresentasse a soma.

            Bem aí vem o que talvez não pudesse acontecer, e é justamente o lance que eu não tenho que ter culpa ou ser condenado por isso.

Ate o exato momento do acerto de contas, eu não tinha bebido nada de alcool, pois nossa responsabilidade era manter tudo em ordem para não dar diferença na soma do dinheiro e como de fato não deu nenhum centavo de prejuízo.

            Já terminado de acertar pedi um conhaque ao rapaz do bar e tomei aquele conhaque, até nesse momento em que digo que tomei o conhaque, lembro-me de todos os acontecimentos.

Daquele momento em diante nem sinal de ter um pensamento para fazer-me lembrar do que fiz ou não.

Tento de todas as formas e faço muito esforço para que meu pensamento busque e lembre tudo, mas é totalmente em vão, não consigo sequer ir alem do dito, que foi beber o conhaque encostado no balcão do bar do salão de dança, infelizmente o resto eu não consigo me lembrar.

Então das quatro e meio mais ou menos, onde deve de ter fechado as portas do salão, alguma coisa aconteceu comigo isso é fato. Mas o que poderia ter acontecido comigo.

Pois bem por volta das duas e meia da tarde do domingo, vinte e dois de janeiro de dois mil e doze eu acordo em minha cama, somente de cueca e com a própria camisa que tinha ido trabalhar, mas meu pensamento ficou um pouco maluco na hora em que me vi naquele estado.

Olhei então para o piso e ali estava minha calça à pega-lá ela estava molhada dos joelhos para cima, como que se alguém tivesse me jogado água com uma mangueira de esguicho.

E o tanto que a maldita calça fedia, como que se tivesse mijado em toda ela, mas dos joelhos para cima, como assim: meu pênis fica na parte da frente, como poderia ter mijado na traseira, a não ser que eu tenha tirado do corpo e mijado nela no chão.

Eu olhava no espelho da parede para tentar descobrir o que ouve, mas nada fazia recordar os acontecimentos da madrugada.

Vesti rapidamente outra calça e somente disse a minha mãe que iria à casa de um amigo, o percurso que eu havia feita no ida para o clube, novamente refiz, para tentar-me lembrar de alguma coisa, mas nem sinal, eu hoje dia vinte e três de janeiro ainda estou com a cabeça muito dolorida e como que se não tivesse nada dentro dela.

Como no momento estou sem trabalho então vim aqui escrever esse episódio acontecido comigo no sábado para domingo e o qual não sei explicar nada e posso jurar pelo que for mais sagrado, que seu eu não estiver ficando doido, eu talvez receba alguma entidade das mais pesadas que possa existir.

Eu nunca tive assim uma sorte nesta vida, uns dizem que a pessoa já nasce com a sorte, ora, mas o tempo que vamos vivendo não pode acertar alguma coisa, ter uma melhora de vida.

Isso é que mais me machuca e é por isso que acho que mesmo acreditando em Deus, creio que ele não é meu pai, falo por experiência de sofrimento de uma vida de mais de cinquenta anos.

            Ou sabe-se lá se dentro de minha família, tem seres com dom forte de fazer uma corrente, para que nós os irmãos venham sempre trazendo o sofrimento em primeiro lugar.

Eu acho que não sou tão ruim assim, pecados todos tem uns de uma maneira outros de outra, mas porque não tenho uma firmeza de continuidade de um espírito elevado e construtivo, se tenho boas idéias, muita criatividade, mas do que vale isso, se não me vem à sorte.

            Por outro lado fico pensando porque somos assim, cada um de nós temos defeitos e nunca fomos completamente de se entender um com outro positivamente.

Mas será que foi porque viemos do mesmo sangue de família.

Uma família de primo com prima, primeiro grau, acho que não, uma coisa é certa nós todos se tomarmos uma pequena doze causamos talvez desastre e nunca nos lembrasse do que fizemos.

Então eu não poderia ter colocado aquela dose de conhaque em minha boca, mas uma dosinha somente ia me deixar completamente louco, sabe se lá, sei que por tudo que é de mais sagrado, eu não me lembro de nada mesmo e gostaria de saber qual o motivo disso.

Sabe tem horas que me pego pensando, vou dar uma circulada pelo mundo, como um andarilho sem destino, quem sabe assim eu me torne em outro ser diferente, ou quem sabe eu encontre a sorte que eu precise por aí.

Por outro lado eu penso, mas se existe mesmo sorte onde quer que eu esteja ela pode chegar, como aqui agora, sei lá talvez um pensamento de um aflito com o modo de vida que vive.

Já pensei varias vezes em até tirar minha vida, a, mas não tenho mesmo coragem para isso, então vai passando o tempo e eu cada dia mais aflito, uma coisa de louco mesmo e nem tentem entenderem, atrás desse dito sobre o conhaque que bebi, tem varias outras coisas malucas que me acontecem e vem de onde eu nem espero.

Como estando deitado frente à televisão assistindo alguma coisa, num ligeiro momento passo a ver vultos e não é só isso os apagadores das lapadas fazem barulhos como que se estivessem alguém os tocando para ascendê-las.

Olha minha vida  cada dia vai ficando muito mais desgraçadas, falta de trabalho, tenho uns livros publicados pelos site de editoras, mas ainda nada de ver se vou me sair bem, pois as editoras que colocam nos sites seus autores não passam de uma prestadora de serviços, se vendem imprime, se não vender não estão nem aí, pois pagamos para manter o site.

Eu ate tentei comunicar com uma biblioteca, mas me disseram que tem que ser os vendedores da editara procurá-los, ou eu se tiver livros em mãos e deixá-los com eles.

Mas porque as editoras não colocam em uma biblioteca, coisa que a maioria deveria fazer, pois é na biblioteca que se vedem muito mais, e em bancas por aí.

Então com tudo isso, eu fico preso em meus pensamentos muluquetis e com isso sofro muito, mas ainda lá no fundinho tenho uma pequena esperança de melhorar.

E vou vivendo assim.

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Um Comentário para: “Qual o motivo

  1. é complexo…confesso que não entendi muito bem porque vc ficou tão grilado com o fato de ter bebido.achei que tivesse roubado o dinheiro ou matado alguém, mas se não é isso, fica calmo que pra tudo tem solução.Mas esquença essa coisa de se matar, porque não vai resolver nada, só trará mais dificuldades para o seu espirito.Agora , se vc vê vultos e tem esse tipo de problemas em sua vida,busque ajuda espiritual.eu sugiro que procure um bom centro espirita. e acredite, se encarnamos é justamente para vivenciar as dificuldades humanas e evoluir com elas, pois as vezes a dor ensina muito mais que o próprio amor. você vai conseguir.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
8 × 14 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>