Pulseira Virtual ensina como utilizar Pulseiras de identificação são utilizadas em clínica de exames

Trade de Bitcoin?

Simples! Comece Agora!

Acesse SimpleFX

Além de garantirem mais seguranças paras pacientes em hospitais, as pulseiras de identificação também possuem outra utilidade na área da saúde: em clínicas de exames, servem para identificar o tipo de procedimento que a pessoa irá realizar.

A clínica Mega Imagem, de Santos, já está apostando nesta ideia. Ela implantou um sistema de pulseiras de identificação coloridas, com o qual o paciente fica desde o pré-atendimento identificado com uma pulseira da cor correspondente a do exame que deverá realizar.Pulseiras de identificação para exames

Isso ajuda a minimizar riscos, por exemplo, a pacientes que deverão tomar contrastes ou que serão expostos à radiação. Contraste é uma substância líquida e incolor, aplicada na veia ou administrada por via oral ou retal, utilizada para tornar exames por imagem mais sensíveis. Em tomografias e raios X, ele pode evidenciar problemas em regiões vascularizadas.

Em alguns casos, o paciente pode apresentar alguma reação alérgica ou adversa, e se estiver devidamente identificado, fica mais fácil saber exatamente qual foi o procedimento efetuado para realizar o atendimento.

E não é só para identificarem cada exame com diferentes cores que elas podem ser úteis. As pulseiras de identificação também podem possuir as informações pessoais do paciente, como nome completo, telefone, data de nascimento, tipo sanguíneo, o que facilita e agiliza ainda mais o atendimento.

O uso de pulseiras de identificação em clínicas de exame mostra que, muitas vezes, uma ideia simples pode trazer mais segurança e agilidade para o nosso dia-a-dia.

Talvez você goste disso também:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
18 − 1 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>