Psicólogo ou psiquiatra: A quem recorrer?

Muitas pessoas entendem a necessidade de buscar a ajuda de um acompanhamento psicológico ou psiquiátrico para resolver algumas questões, mas a maioria esmagadora não sabe qual profissional buscar. Afinal, psicólogo ou psiquiatra: A quem recorrer?

Embora sejam colocados todos no mesmo “balaio”, existem algumas diferenças cruciais entre essas duas práticas, e que devem ser consideradas na hora de escolher o consultório em que vai se tratar.

Entender as suas necessidades e quais são as áreas de entendimento de cada profissional é fundamental para que você procure a ajuda correta, e com isso consiga, de fato, ter um retorno positivo.

Então, vamos explicar a seguir quais são as principais diferenças entre as duas especialidades, e ajudaremos vice a entender se deve procurar psicólogo ou psiquiatra Brasília.

Descubra aqui qual profissional poderá lhe ajudar: psicólogo ou psiquiatra?

Antes de tudo, saiba que você não é a única pessoa a ter essa dúvida. É muito comum que os pacientes não saibam qual especialidade está de acordo com as suas necessidades.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Existem muitas semelhanças entre as duas práticas, e isso ajuda na hora da confusão. Mas o que mais merece atenção são as diferenças entre elas. Embora ambos estejam aptos a acompanhar qualquer problema de cunho mental, comportamental ou sentimental, é necessário entender os pontos em que se diferem.

  • Psicólogos:

Os psicólogos são formados em psicologia, faculdade que leva 5 anos para formação, e posteriormente escolhem uma especialidade para concluir. Eles são conhecidos como “médicos da alma”, porque procuram as causas subjacentes.

O psicólogo ajuda o paciente a identificar causas que não são exatamente químicas, mas sim mentais e comportamentais, e que causam determinada reação como depressão, estresse, tristeza etc. Esse profissional não é considerado um médico, e não poderá lhe receitar medicamentos.

  • Psiquiatra:

O psiquiatra deve ter formação em medicina, e fazer residência em psiquiatria. Ele está apto a tratar sintomas com o uso de medicação, inclusive controlada.

O psiquiatra é capaz de identificar causas químicas e físicas para determinado comportamento ou condição mental. Por exemplo, um desequilíbrio hormonal que esteja levando a picos de estresse, ou uma alimentação que esteja causando algum mal etc.

Como saber qual especialidade procurar quando sentir necessidade?

Claro que quando falamos de psicólogo ou psiquiatra também podemos identificar uma série de semelhanças entre as duas atividades.  A principal é que ambos tratam da mente humana, e são capazes de identificar e corrigir transtornos.

Qualquer dos dois profissionais pode conferir laudos aos seus pacientes, sendo que o laudo do psiquiatra tem uma abordagem médica, e do psicólogo apenas laudos psicológicos.

Mas como saber qual dos dois profissionais você deve buscar quando sentir a necessidade de receber uma orientação? Bom, a melhor forma de decidir isso é identificando o seu problema, e entendendo quais são as suas necessidades.

Geralmente, a procura por um psicólogo acontece quando existe a dificuldade de avançar alguns bloqueios, situações do dia a dia que causam angústias e que você não sabe como lidar com elas.

Se houver uma dificuldade de convivência com outras pessoas, seja por insegurança, ou por agressividade de sua parte ou traumas, o psicólogo poderá lhe ajudar. A frequência das visitas bem como a duração do tratamento será definido pelo profissional após uma previa avaliação de seu caso.

Já o psiquiatra poderá tratar questões como transtorno obsessivo compulsivo, dependência química, bipolaridade, personalidade múltipla, depressão, ansiedade etc.

Esse especialista terá foco em questões fisiológicas, ou seja, comportamentos que surgem a partir de reações químicas e hormonais. Nesse caso o tratamento terá um viés medicamentoso, e o acompanhamento também será determinado pelo especialista a partir de um prévio diagnóstico.

Quem encaminha para quem? Como acontece a primeira consulta?

Geralmente a pessoa que se consulta com um psicólogo chega lá por livre e espontânea vontade ou através de orientação de amigos e familiares, ao perceber que existe um problema com o qual tem dificuldades de lidar, e que está impactando negativamente na sua vida pessoa, social, amorosa etc.

Já o psiquiatra é uma especialidade em que se chega, geralmente, através de um encaminhamento de outro profissional. Psicólogos e psicanalistas, por exemplo, podem encaminhar um paciente a um profissional da psiquiatria ao perceber que foge de sua alçada determinado tratamento.

Muitos profissionais esclarecem que manter tratamento com um psicólogo e um psiquiatra simultaneamente é a melhor forma de ter resultados excelentes. Enquanto um vai identificar e agir nas questões químicas, o outro vai lhe ajudar a se desprender de traumas e amarras pessoais.

Saber a diferença entre Psicólogo ou psiquiatra é fundamental para entender em qual especialidade você poderá obter melhores resultados.

Ganhe Dinheiro
Todos os Dias
Sem Vender Nada

Cadastre-se AQUI para Iniciar!

O importante é se desprender de qualquer preconceito e receio, e conversar abertamente com o profissional, seja ele um psicólogo ou psiquiatra, e assim buscando a solução.

Talvez você goste disso também:

One Reply to “Psicólogo ou psiquiatra: A quem recorrer?”

  1. A psicologia e a psicanálise tem um papel fundamental para o médico entender como e o porquê se desenvolveu a doença. Podemos citar a medicina integrativa também como fundamental nesse processo, haja vista que a relação paciente e os profissionais de saúde estão cada vez melhores! Texto excelente!

Responder a Medicina Integrativa Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Enter Captcha Here : *

Reload Image

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>