Processo de Certificação de Painéis Solares no Brasil

O Brasil está mais avançado do que a maioria dos países ao redor do globo quando se trata de energia limpa, mas a presença de energia solar ainda está para ser expandida na matriz energética. Este artigo descreve o processo de certificação de painéis solares para o Brasil.

O Brasil é conhecido por possuir uma das matrizes energéticas mais sustentáveis ​​do mundo, com 41,2% da oferta doméstica composta de energia renovável, principalmente de biomassa de cana- de- açúcar e hidrelétrica. Pelo contrário, como muitos esperam, o país ainda não aproveita o seu potencial solar, que é extremamente elevado devido à posição geográfica do país.

Os fabricantes estrangeiros de sistemas fotovoltaicos veem o Brasil como um mercado potencial, mas para importar e comercializar painéis solares no Brasil, é necessário que os produtos sejam aprovados pelo Inmetro, o que pode ser feito pelo Sistema Orquestra Inmetro, e que sigam determinados padrões locais.

Programa Brasileiro de Rotulagem (PBE)

Com o aumento do consumo e comercialização de painéis solares, o governo brasileiro considerou necessário para monitorar e controlar eles, razão pela qual o Programa Brasileiro de Etiquetagem (ou o Programa Brasileiro de Etiquetagem, conhecido como PBE) foi criado.

O PBE é coordenado pelo Inmetro e concentra-se principalmente na eficiência energética. Atualmente, o programa é composto por diferentes níveis de Programas de Avaliação de Conformidade, que compreendem a rotulagem de aparelhos elétricos e a rotulagem de produtos relacionados a energias renováveis, como equipamentos solares térmicos e fotovoltaicos. Os programas relacionados aos painéis solares são:

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos
  • Programa e características
  • Equipamento para aquecimento solar de água – solar térmico
  • Equipamentos e sistemas para energia fotovoltaica
  • Solicitação Voluntária de Registro
  • Pedido de registro obrigatório

Selo Nacional de Conservação de Energia (ENCE)

Tanto o equipamento solar-térmico como o fotovoltaico devem ter o Selo Nacional de Conservação de Energia (ENCE), que é um selo de conformidade que classifica o equipamento de “A”, o que significa mais eficiente, para “E”, menos eficiente e fornece outras informações relevantes. Para serem classificados nessas categorias, os produtos devem ser testados pelo Inmetro antes de serem importados para o Brasil.

Considerações Importantes

Para importar e registrar seu equipamento, as empresas estrangeiras devem ter um representante legal no Brasil

A LI é analisada por ordem de chegada, com o objetivo de promover a igualdade de tratamento de todos os fornecedores

Atualmente, o Inmetro não reconhece a análise de laboratórios estrangeiros

Não há acordos bilaterais ou multilaterais de reconhecimento mútuo para a certificação de produtos. Mesmo no caso de equipamentos certificados por unidades laboratoriais estrangeiras. É necessário ter a rotulagem e a certificação pelo Inmetro.

Talvez você goste disso também:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
16 ⁄ 8 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>