Pisos de madeira, carpete de madeira e pisos laminados: você sabe a diferença?

Trade de Bitcoin?

Simples! Comece Agora!

Acesse SimpleFX

Os revestimentos em madeira são extremamente atraentes, pois a beleza rústica do material e sua discrição combinam com praticamente qualquer projeto decorativo, em qualquer ambiente. O mercado oferece atualmente diferentes opções, como os pisos de madeira tradicionais, os pisos laminados e o carpete madeira. Cada um tem características específicas, e muitas pessoas que estão procurando por produtos do ramo acabam se confundindo. Conheça melhor esses tipos de revestimento e fique atento às suas principais diferenças.

Pisos de madeira

Os pisos de madeira tradicionais constituem diferentes tipos de produto, como os assoalhos, tacos e parquets. O que eles têm em comum é o fato de serem compostos completamente por madeira natural. O que os difere é a largura e a espessura das tábuas, além de sua forma de aplicação. São pisos grossos e resistentes, que podem receber raspagens que lhes conferem uma aparência completamente nova. A resistência, o conforto térmico e o fato de serem produzidos com madeira natural são as principais vantagens dos pisos de madeira.

Diversas espécies podem ser empregadas nos pisos do tipo, como tauari, amêndola, peroba, ipê, entre muitas outras. Elas possuem diferentes tonalidades, desenhos, durabilidades e resistências. A desvantagem dos pisos de madeira é que eles tendem a ser mais caros do que as outras opções. Além disso, por serem produtos mais complexos, sua instalação tende a demorar um pouco mais.

Carpete de madeira

Em espessura bem menor do que os pisos de madeira, o carpete de madeira consiste numa base feita com madeira processada, compensado, MDF, entre outros. Sobre esta base, é aplicada uma fina lâmina de madeira natural. O carpete de madeira é de instalação mais rápida e prática, fixando-se facilmente no contrapiso sobre uma manta, por meio do sistema de encaixe macho-fêmea. Para evitar que as peças saiam do lugar, é aplicado um rodapé.

Esse tipo de piso é mais barato do que os pisos de madeira maciça, contudo, pode apresentar algumas desvantagens. Por ser menos denso, o carpete de madeira produz mais som ao caminhar e ele não resiste bem à umidade. Além disso, esse tipo de revestimento não é tão durável quanto os pisos de madeira tradicionais.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Pisos Laminados

Os pisos laminados possuem um sistema de instalação muito semelhante ao carpete de madeira. A base também é praticamente a mesma. A diferença se dá no revestimento mais superficial. Enquanto os carpetes são revestidos por lâminas de madeira natural, a superfície dos pisos laminados recebe um material chamado laminado melamínico (daí o nome “piso laminado”).

Esse material pode receber diferentes tipos de estampas, podendo ser coloridas ou dos tipos que imitam madeira. A instalação e o acabamento do produto são muito bons, conferindo-lhe resistência superior à do carpete de madeira. Os ruídos também são comuns, mas um pouco mais sutis. A tecnologia empregada produz uma aparência final muito bonita, mas a desvantagem é o fato de que não se trata de madeira real na superfície.

A dica final para escolher um desses três tipos de revestimento é perceber qual aspecto você quer priorizar: conforto, instalação rápida, matéria-prima natural, resistência, durabilidade, isolamento acústico, preço ou aparência. Cada revestimento tem seus fatores de destaque e seus pontos fracos. Conhecendo-os bem, fica mais fácil tomar uma decisão assertiva.

Talvez você goste disso também:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
22 − 18 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>