Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


Pilates para a melhor idade

Precisando de Dinheiro?

Ganhe R$80 por Dia
Sem Indicar nem Vender
Apenas Visualizando Anuncios
Forneça seus Dados para Começar

O veredito do médico foi incisivo: você precisa convencer a sua mãe a fazer exercícios. Perguntei a ele se não tinha uma tarefa mais fácil para mim, como tentar resolver a questão dos mísseis nucleares na Coreia do Norte. A conhecida gargalhada do doutor, amigo da família há tempos, foi logo seguida pelo tom de seriedade que sua profissão exige, reafirmando que a questão realmente era preocupante. Ele já alertara minha mãe sobre isso diversas vezes, recebendo como resposta sempre algo na linha “minha pressão está ótima, meu coração está perfeito, então para que vou precisar fazer exercício?”. Acredite: tentar argumentar com a senhora que me colocou no mundo é uma tarefa árdua.

Desde pequena, minha mãe sempre foi fascinada por aprender. Enquanto suas amigas de colégio estavam tendo lições de etiqueta ou aulas de tênis no clube da cidadezinha do interior onde morava, sonhando em conseguir um bom casamento, ela estava fazendo cursos de eletrônica por correspondência e passava mais tempo na biblioteca do colégio do que em casa. Tanta curiosidade acabou por transformá-la em uma das pioneiras da informática no país, quando esse segmento ainda engatinhava e os computadores ainda ocupavam salas inteiras.

Exercício? Passo

Sempre achei fascinante o histórico acadêmico e profissional de minha mãe, tanto que acabou influenciando o meu próprio – além de ter me aberto várias portas, a simples menção do meu sobrenome gera perguntas sobre meu parentesco com ela, uma lenda viva da área reconhecida até hoje. Mas a dedicação dela à profissão foi sempre inversamente proporcional ao cuidado com a própria saúde. Apesar de nunca ter tido hábitos ruins e sempre se alimentar corretamente, ela é a pessoa mais avessa à atividade física que já conheci na vida.

Beirando os setenta anos, todo esse sedentarismo resolveu bater à sua porta. Dores pelo corpo, problemas de postura, disposição cada vez menor… A lista é longa, embora ela não assumisse nenhum dos sintomas e desconversasse quando perguntada a respeito. Após uma queda em casa, que embora sem gravidade nos motivou a procurar o já citado médico da família, ela resolveu ceder. Sua musculatura precisa urgentemente ser fortalecida para evitar novos incidentes, bem como para manter seu bem-estar. Após procurarmos juntos informações a respeito – e ela colocou “defeitos” em quase todas as opções, da caminhada à natação – ela concordou em fazer uma aula experimental de Pilates.

Surpresa

O curioso dessa história foi que, mais do que a comprovada eficiência do Pilates e sua ação de baixo impacto, justamente o que o faz ser recomendado para todas as idades, o que fez minha mãe aceitar fazer uma aula foi justamente a história do método. Criada pelo alemão Joseph Pilates no início do século passado, a atividade foi uma maneira encontrada por ele de permanecer saudável em um período no qual se encontrou preso na Primeira Guerra Mundial usando objetos que o cercavam, que acabaram virando os aparelhos de hoje.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Como ela achou a atitude de Pilates engenhosa, acabou se interessando. O que foi ótimo, visto que já está praticando o método há quase um ano e com notáveis resultados. Se alguém me dissesse ano passado que aquela pessoa avessa à exercícios agora é uma das maiores defensoras do Pilates, eu teria dado uma gargalhada tão grande quanto a do nosso médico.

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>