Os tipos de papel de parede encontrados no mercado

O papel de parede é usado para revestir paredes de um ambiente interno de um imóvel, seja um quarto, uma sala, uma cozinha ou um escritório de trabalho, mas também pode ser usado para decorar e resguardar portas, janelas, estantes, armários e outras estruturas fixas, desde que internas. Em alguns desses elementos do ambiente, ele pode aparecer aplicado por completo, como em uma parede inteira, ou apenas em uma parte da superfície, por exemplo, para criar uma barra que chegue à metade da parede, sendo a outra metade pintada de modo convencional. Ou ainda aplicado em faixas estreitas ou largas, criando um efeito de moldura em alguma parede ou objeto da casa, como uma estante embutida ou um rodapé.

Ou seja, o papel de parede pode ser aplicado em qualquer lugar de uma decoração, desde a cozinha e os banheiros de uma residência à recepção e outros ambientes de lojas, hotéis, consultórios e restaurantes, por exemplo. Além de sua utilidade estética, o papel de parede pode ter uma finalidade funcional, como a de ocultar uma superfície imperfeita e/ou protegê-la de arranhões e descascados, tão comuns às pinturas clássicas.

 

Os tipos de colagem

 

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Toda essa versatilidade de usos é devido à existência de diversos tipos de papel de parede que se pode encontrar no mercado atualmente. Alguns tipos de papéis de parede são autoadesivados, mas ainda é bem comum que a pessoa que vai aplicar o toque decorativo tenha que usar cola na parte traseira para fixá-los na parede.  Existem, portanto, dois tipos de papeis, segundo o tipo de colagem:

• Cola de celulose, para papéis de parede normais.

• Cola Vinílica, usada para papéis de mesmo material (vinílicos).

 

Os tipos de papéis

 

Os papéis decorativos são utilizados de acordo com a sua função e das características do ambiente a ser decorado:

 

Papel em relevo

Consiste em uma única camada de papel com nervuras e é aplicado na parede com a ajuda de cola. Pode ser em espuma, emborrachados, aveludados, sempre apresentando seus desenhos em alto ou baixo relevo, conforme o efeito que se deseja para o ambiente.

 

Papel vinílico

Apresenta uma capa de plástico que cobre e protege o papel da umidade e o torna possível de se limpar facilmente apenas com um pano umedecido. É o tipo de papel altamente recomendado para locais que requer higiene constante, como os quartos de crianças e locais expostos à muita umidade, como cozinhas e banheiros.

 

Papel envernizado

Este papel apresenta uma camada de verniz que o protege e que se permite limpar, mas não tão facilmente como o vinil.

 

Papel texturizado

É o papel usado para proporcionar uma textura na parede, antes de pintar. É muito útil cobrir imperfeições na superfície.

 

Papel com base têxtil

É um papel muito decorativo e original, é aplicado com uma cola especial. Menos prático do que os anteriores, é bastante difícil de limpar.

 

Papel autoadesivo

É o mais cômodo dos tipos de papéis decorativos, uma vez que já vem com o adesivo autocolante, diminuído o trabalho e possíveis dores de cabeça para quem vai aplicá-lo na parede ou local desejado. Além disso, os papeis autoadesivos normalmente podem ser elaborados com desenhos, ilustrações e grafismos personalizados.

 

Conheça um pouco mais de papel de parede em www.mundodopapeldeparede.com.br

Talvez você goste disso também:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
12 + 4 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>