Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


O Drácula da Vida Real

Precisando de Dinheiro?

Ganhe R$80 por Dia
Sem Indicar nem Vender
Apenas Visualizando Anuncios
Forneça seus Dados para Começar

Todo mundo já ouviu falar em Drácula, um vampiro sanguinário imortalizado pela obra de Bram Stoker, em 1897. Desde que foi lançado, esse livro já foi traduzido para mais de 44 idiomas e o vampiro em questão já assombrou diversos filmes com seus famosos dentões. O que nem todo mundo sabe é que o personagem foi inspirado em um príncipe que governou a Válaquia, um dos três principados que constituíam a Romênia na idade média. Os outros dois eram a Moldávia e a Transilvânia. E esse príncipe, meus caros, era muito pior do que qualquer vampiro.

Ele era conhecido como Vlad Tepes, que curiosamente em romeno quer dizer “o empalador”, posto que matou milhares de pessoas usando essa técnica de tortura, que consistia em enfiar uma estaca no ânus, vagina ou umbigo do condenado e depois fincar a estaca no chão, para que ela lentamente atravessasse a pessoa, que sofria atrozmente antes de morrer. Vlad Tepes era terrivelmente sádico e há relatos que mostram que ele chegou a empalar famílias inteiras. Dizem também que ele gostava de se banquetear entre as suas “plantações” humanas, enquanto ouvia os gemidos das vítimas.

Vlad também era conhecido como Drácula, que significa “o filho do Dragão”, por ser filho de Vlad Dracul, que era membro da Ordem do Dragão, uma ordem cristã fundada com o objetivo de combater os Infiéis, posto que o império Otamono estava em plena expansão e os turcos pareciam invencíveis. Como cavaleiro cristão que era, Vlad Tepes, o Drácula, ficou conhecido como um grande guerreiro, pois além de sua extrema crueldade também era instruído em táticas de guerra e especula-se que ele tenha sido pioneiro em usar armas biológicas, enviando para dentro do acampamento inimigo pessoas disfarçadas, contaminadas com lepra ou peste. A maioria das pessoas que ele mandou empalar foram soldados inimigos e prisioneiros de guerra, mas ele não tinha escrúpulos  e facilmente mandava empalar seus súditos que viessem a aborrecê-lo.

Há uma lenda que diz que além de manter o reino em ordem, pois ninguém tinha muita vontade de cometer crimes quando podia acabar atravessado por uma estaca, ele também teria acabado com a pobreza no reino em um único dia. Acontece que tendo convidado todos os pobres para um banquete em seu palácio, ele os trancou em um recinto e colocou fogo, resolvendo o problema literalmente.

Tanto quanto a vida, a morte de Vlad gera muitas especulações e controvérsias. Aparentemente, ele morreu em combate, embora não se saiba se em uma emboscada dos turcos ou dos próprios soldados, já que ele não era muito bem quisto. Ele foi decapitado e sua cabeça foi enviada de presente ao sultão, que a exibiu como prova da derrota de um grande inimigo. Já seu corpo foi enterrado em Snagov, uma ilha-mosteiro para o qual ele teria feito muitas doações e benfeitorias. Mas quando pesquisadores escavaram o túmulo em busca de seus restos mortais encontraram apenas ossos de animais… até hoje não se sabe onde está sua ossada, mas provavelmente ele precisou dela quando virou um morto-vivo.  Por via das dúvidas, é melhor pendurar uma réstia de alho no pescoço…

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

 

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Sobre: silvana vieira

Livros pra mim são como álcool para alcoólatras: sem eles tenho síndrome de abstinência e é sempre preciso evitar a primeira página, pois depois vem as cem primeiras, as duzentas primeiras e só paro quando a cabeça começa a doer...escrever é consequência, é tentar colocar ordem no caos, é jogar pra fora a confusão e encontrar a serenidade que só as palavras podem me dar.

Um Comentário para: “O Drácula da Vida Real

  1. Tem muitas coisas que hoje as pessoas chamam de crendice mas não é bem assim. O caso é que hoje as pessoas estão tão mansinhas e tao manipuladas que nao enchergariam um elefante-fada se aparecesse na sua frente.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
18 ⁄ 9 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>