O clima alterado do nosso planeta

Trade de Bitcoin?

Simples! Comece Agora!

Acesse SimpleFX

É mais do que sabido que estamos debaixo de grandes alterações climáticas. O aquecimento global hoje é tema de muitas conversas. E estão á vista os efeitos.

O derretimento dos glaciares tem causado sérias preocupações como o aumento do nível do mar. E o problema agrava-se porque eles estão a derreter mais depressa do que se pensava.

A subida da temperatura da água do mar já tem os  seus efeitos. As alterações da fauna e flora marinha podem levar a problemas, como o desaparecimento de certas espécies, com consequências na cadeia alimentar. O que leva a alterações em todo o ecossistema.

Um dos problemas mais visíveis e noticiados desse aumento da temperatura do mar, são as tempestades tropicais, furacões e tufões que tem havido nos últimos anos. É verdade que sempre houve este tipo de tempestades e algumas já foram bem destrutivas. Mas ultimamente este tipo de fenómenos naturais tem sido mais frequentes e mais destrutivos conforme vimos nas noticias.

Se em alguns países vimos vagas de calor que originam secas, problemas de saúde e outros. Noutros países chuvas torrenciais provocam cheias e deslizamento de terras.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Aqui em Portugal não há dúvidas. O clima anda doido! Este ano tivemos períodos de chuva e frio no verão e calor e praia no Outono. Especialistas na matéria há já algum tempo que dizem que não só Portugal mas toda a península ibérica caminha para um clima tropical. Quer dizer que podemos ficar com um clima parecido com o do Brasil!

Bem em Portugal já temos, Samba no Carnaval, Hulk e companhia no futebol, novo acordo ortográfico, para nos sentirmos como no Brasil para além do clima tropical que está a chegar, falta o maravilhoso sotaque brasileiro e a alegria e espontaneidade do seu povo (nós portugueses andamos mais pessimistas, deve ser do FMI e da crise). Se assim for, então como se diz no Brasil “show de bola galera”.

Bem mas brincadeiras á parte este é um assunto que nos deve preocupar e muito e todos nos podemos fazer alguma coisa para ajudar. Como?

Reciclar o nosso lixo. Devemos separa-lo e leva-lo para os contentores de reciclagem.

Na medida do possível comprar electrodomésticos classe A que consomem menos energia.

Utilizar lâmpadas economizadoras em vez de lâmpadas incandescentes.

Minimizar as viagens de carro e preferir os transportes públicos ou andar a pé (conforme for possível)

Não deixar os electrodomésticos em stand by (com a luzinha vermelha) mas desliga-los da tomada

Estes são apenas alguns exemplos, há muitas outras coisas que podemos fazer. É uma questão de pesquisar. Claro que os governantes tem muito mais para fazer. Essencialmente ao nível da poluição da industria. Por isso tem havido reuniões internacionais. Foi numa dessas reuniões que foi criado o protocolo de Quioto em 1997, que defendia a diminuição das emissões de gases prejudiciais para a atmosfera. Que cada um faça a sua parte.

Talvez você goste disso também:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
26 + 16 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>