Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


MERCADO DO CONCURSO PÚBLICO,JÁ CHEGOU AOS 50 BILHÕES P/ANO

Precisando de Dinheiro?

Ganhe R$80 por Dia
Sem Indicar nem Vender
Apenas Visualizando Anuncios
Forneça seus Dados para Começar

 

 

Por Cimberley Cáspio

 

O mercado do concurso público,já chegou na casa dos 50 bilhões de reais por ano.Sendo que de cada 100,sómente 6 candidatos que passam…além do QI (quem indica).

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Estranho que o candidato a cargo político,além de ser subsidiado por verba pública partidária,é nomeado pelo povo através do voto. O que na contra-mão,o procedimento não é o mesmo,pois o candidato a um trabalho no serviço público,tem sim,que se custear,alguns  até se endividarem, para passar por um concurso,que mesmo sendo aprovado,pode não conseguir o emprego tão sonhado. Pois uma vaga que poderia vir a ser sua,de repente é preenchida por outro com apadrinhamento,o QI.

Outra situação curiosa é que a população de uma maneira geral,está tendo seus interesses atendidos muito mais pela internet do que por funcionários públicos ao vivo.Além do governo está utilizando em massa a terceirização e a concessão nos serviços publicos.

Então se torna extremamente suspeito tantas aberturas de concursos públicos,pois se a internet,a terceirização e as concessões suprem grande parte  do atendimento público,qual  a finalidade real dos concursos então? Só tem uma resposta,que é: faturar em cima do desespero daqueles que querem trabalhar e ter uma boa renda mensal para viver.

Sendo assim,o governo vai “enfeitando o pavão” dos funcionários públicos como forma de atração,mas na verdade,internet,terceirização e concessões é que trabalham e que fazem o atendimento. Uma prova disso é que grande parte da população que se dirige a uma instituição pública,é atendida pelo guarda de plantão que além de informar,também faz a triagem. E dos 6 que passaram no concurso,arruma- se uma vaguinha ali,outra aqui…só pro golpe não ficar muito exposto,o que pra mim já está pra lá de exposto.

Acontece que desses 50 bilhões de reais captados no mercado do concurso público,o governo leva uma grande percentagem,uma mina de ouro,que o governo vai manter.Se os candidatos a serviço público se endividam pra pagar taxa de inscrição,perdem tempo preciosos investindo em estudo,cursos,comprando apostilas e depois não é premiado com um emprego,por mais esforço que se tenha feito…a cúpula dos concursos,tá nem aí…e as taxas de inscrição não são devolvidas,mas se não pagar imposto,o governo processa e até prende.

Por isso que o salário do trabalhador na iniciativa privada continuará sempre baixo.Dessa forma,ganha os empresários e ganha o governo com concursos públicos. O salário baixo na iniciativa privada,é um importante canal que empurra  o trabalhador para o concurso público,onde o governo fatura. Engordando as receitas de todos os setores ligados ao concurso.

50 bilhões de reais ao ano movimentando esse mercado. O governo não vai querer abdicar disso…nunca…jamais.

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 25 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 25 dias.

Basta Acessar oTudo.com/line

No site você vai encontrar todo o portfólio onde a empresa investe para dobrar seu dinheiro em tão pouco tempo.

Depois basta clicar em cadastro no menu.

E o melhor é que qualquer um pode participar, pois a empresa aceita investimentos por boleto e bitcoin, nos valores de R$100 a R$1000.

Só não dobra o dinheiro quem não quer.

Além disso você ganha 20% do que seus indicados diretos investirem, mas você não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 25 dias.

Cadastre-se em oTudo.com/line

Sobre: cimberleycaspio

carioca,55 anos,jornalista,publicitário e professor de teologia natural e de bem com a vida.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>