Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


Lustres e ilusão de ótica

Precisando de Dinheiro?

Ganhe até $80 por Dia
Sem Indicar Nem Vender
Forneça seus Dados para Começar

Ao nos dedicarmos à escolha de um lustre para nossas residências e ambientes de trabalho ficamos em dúvida de como proceder nesta busca. É um problema bastante normal e que pode ser resolvido sem que precisemos nos preocupar tanto, desde que, tenhamos em mente uma coisa: o que pretendemos iluminar e valorizar. Existem aqueles que pensam que essa escolha é algo desonesto e que as coisas devem sempre, fazendo um trocadilho, ficar “às claras”. Ledo engano, embora bastante compreensível: assim como uma bela maquiagem como dos lustres de cristais, a escolha adequada de uma iluminação vem a chamar atenção.

Iluminando a óptica

A óptica vem do grego optiké: que significa “visão”, assim ela é uma ciência do olhar, e com a licença poética devida aos físicos é também é uma ciência de como podemos ser vistos.

Ao se estudar a luz e suas estruturas de propagação, compreendendo a radiação eletromagnética, visível ou não.  É uma ciência da luz e da atração. Ela se divide em diversos ramos, porém tomemos apenas um para nossos propósitos; Óptica geométrica.

Essa divisão trata a luz como um conjunto de raios que cumprem o princípio de Fermat. Tira proveito no estudo da transmissão da luz por meios homogêneos como lentes e espelhos, classificando dois tipos de corpos: que produzem e emitem luz, e, os que enviam a luz que recebem. Assim os corpos que emitem luz são os luminosos e os que recebem a luz e a refletem são os iluminados.

E quem não quer ter sua morada ou trabalho iluminados?

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Ciência da distância próxima ao zero

O Princípio de Fermat citado acima de maneira corriqueira é uma equação que postula que o tempo que a luz leva para se propagar de um corpo luminoso a um iluminado é quase zero. Isso nos faz pensar como a iluminação adequada de um lustre é tão instantânea que deve ser bem pensada, pois seu efeito é praticamente imediato. Mas como escolher essa iluminação adequada de lustres?

Qual a parte que queremos iluminar em nosso escritório, sala, sala de jantar, ou seja, nas coisas e objetos que queremos que as pessoas prestem atenção?

Imagens que causam ilusão de óptica são amplamente empregadas nas artes e podem surgir espontaneamente ou serem criadas por espertezas visuais especiais que se valem do funcionamento do sistema visual humano.  A Monalisa de Da Vinci é um exemplo disso. Então ilusões são em verdade métodos para que se chame a atenção para pontos da realidade de maneira alegremente fantasiosa.

Aumentar o tamanho de uma casa, chamar a atenção para a coloração da madeira, criar ares de mistério, instituir climas de romance e de beleza íntima, as doces conspirações para as festas de aniversário secretas, os pedidos de casamento e de união de conjugal, estáveis ou não.

Um mundo com múltiplas luzes é um conjunto de mundos

A beleza que pode ser controlada pelo apertar de um interruptor, pela capacidade de mudar a visão de mundo pela forma que se propõe iluminá-lo.  A ilusão também é um agradável mistério, quando entendemos quando controlá-la.

Há várias opções para isso: lustre de cristal moderno, lustres em pedreira, lustres versailles, lustres cristal em Rivera e outros. Na Henri Lustres o cliente terá acesso a esses belos lustres, corpos luminosos artificiais, para criar as ilusões e climas misteriosos de seu agrado.

Pronto para se tornar misteriosamente iluminado?

 

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
21 − 13 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>