Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


Lei Geral da Copa, Código Florestal e Outras Falcatruas Brasileiras.

Precisando de Dinheiro?

Ganhe até $80 por Dia
Sem Indicar Nem Vender
Forneça seus Dados para Começar

Segundo o Ministro do Esporte, Aldo Rebelo “tudo atrasa no Brasil, mas funciona”, justificando os atrasos das obras da copa como um traço cultural brasileiro. E como somos mesmo adeptos de dar “um jeitinho” nas coisas em cima da hora, as obras já estão tão atrasadas que custarão pelo menos R$ 720 milhões de reais a mais do que o previsto, segundo o jornal A Folha, para pagar turnos extras e não atrasar ainda mais.

Mas a polêmica da vez é a Lei Geral da Copa, que ainda não foi votada pelos senhores deputados e senadores. No texto a ser votado, ainda não se chegou a uma solução quanto à exigência da FIFA pela liberação de venda de bebidas alcoólicas nos estádios brasileiros, o que é proibido no Brasil, segundo o Estatuto do Torcedor.  Com essa liberação, já prometida pela presidenta do Brasil ao presidente da FIFA, as educadas torcidas organizadas brasileiras terão o estímulo do álcool para torcer e poderão dirigir bêbadas de volta pra casa… Em algum lugar do caminho, vai ficando a Lei Seca também, em favor das cervejarias estrangeiras.

Também está em discussão a suspensão da meia-entrada para maiores de sessenta anos, o que vai contra o Estatuto do Idoso. Foi negociado com a FIFA um pacote de ingressos populares, aos quais os idosos não terão acesso, mas apenas estudantes e beneficiados do Bolsa Família. Aliás, o dinheiro do Bolsa Família com certeza deve ser utilizado para coisas mais urgentes, como alimentação, aluguel e educação, provavelmente não deve sobrar para comprar ingressos para ver copa do mundo. Pelo menos em tese deveria ser pago apenas para famílias carentes, que tem outras prioridades.

Mas o que está atrasando a votação da Lei da Copa não são essas concessões à FIFA, que aliás também não precisará pagar taxas para solicitação do registros de marcas e terá seus pedidos analisados em caráter de urgência, em detrimento das marcas nacionais, mas sim o projeto de reforma no Código Florestal, pois alguns partidos da oposição e da base aliada, liderados pelo PMDB, tem obstruído a votação da Lei da Copa , que o governo tem urgência em aprovar, para forçar a marcação da data da votação do Código Florestal.

Na verdade o governo tem adiado a votação do Código temendo uma nova derrota, posto que o mesmo já foi aprovado uma vez na Câmara dos Deputados, mas o texto sofreu alterações quando foi aprovado no Senado e precisa ser votado novamente. Mesmo que seja novamente aprovado, ainda pode ser vetado pela presidente, já que o projeto de lei é extremamente polêmico pois contempla basicamente os interesses dos ruralistas, abrindo brechas para aumentar o desmatamento , anistiando os produtores que desmataram antes de 22 de julho de 2008, e desobrigando completamente os proprietários de pequenas propriedades rurais a recompor  reservas desmatada antes daquele ano. A interpretação de “pequenas propriedades” também é um tanto quanto variável.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Embora os ruralistas aleguem que precisam desmatar para produzir mais, os ambientalistas e a sociedade em geral não querem a aprovação do Código nos termos em que ele se apresenta por acreditar que é perfeitamente possível preservar o meio ambiente e produzir, se as terras já desmatadas forem utilizadas corretamente, de maneira intensiva e com o apoio de pesquisas e estudos bem feitos.

A urgência em votar o Código Florestal está justamente na possibilidade de aprová-lo, num momento de fragilidade do governo e com todos os olhos voltados para a copa do mundo. Enquanto nos preocupamos com a copa, com as obras atrasadas, com os desvios de verbas, com as leis brasileiras entregues aos interesses da FIFA, os ruralistas estão quase conseguindo colocar sorrateiramente nossas florestas no bolso.

 

 

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Sobre: silvana vieira

Livros pra mim são como álcool para alcoólatras: sem eles tenho síndrome de abstinência e é sempre preciso evitar a primeira página, pois depois vem as cem primeiras, as duzentas primeiras e só paro quando a cabeça começa a doer...escrever é consequência, é tentar colocar ordem no caos, é jogar pra fora a confusão e encontrar a serenidade que só as palavras podem me dar.

2 Comentários para: “Lei Geral da Copa, Código Florestal e Outras Falcatruas Brasileiras.

  1. No Brasil acontece de tudo mesmo.

    Então para atender exigências impostas pelos donos das “copas”, a lei é revogada? Então a lei não é mais lei? Como pode ser isto?

    Será que não pensaram que liberando as bebidas as tragédias no transito aumentarão muito mais?

    E, outra coisa, com esse tanto de dinheiro que estão gastando, dinheiro que nunca na minha cabeça posso imaginar o seu montante porque até o momento fui assalariado, em algum momento perguntaram ao POVO se não seria melhor empregado se fosse na SAÚDE, EDUCAÇÃO, SEGURANÇA E SERVIÇOS PÚBLICOS?

    Seremos ouvidos somente na época de eleições? Até quando isso vai ser assim?

    Grande abraço.

  2. Com certeza seria muito melhor empregar nossos recursos em coisas úteis para o povo. a copa até ajuda a trazer benfeitorias em países mais organizados, mas acho que o legado que vai deixar aos brasileiros não vai ser nada de mais em relação ao que estamos perdendo.
    Obrigada por ler e comentar meu artigo.
    Abração.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
24 − 17 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>