Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


INSUSTENTÁVEL INFORMAÇÃO SUSTENTÁVEL

Precisando de Dinheiro?

Ganhe R$80 por Dia
Sem Indicar nem Vender
Apenas Visualizando Anuncios
Forneça seus Dados para Começar

Nestes tempos modernos, em que o grito por sustentabilidade ambiental se torna cada vez mais midiático e imediatista, a sustentabilidade da informação entra em trabalho de inconfidência em busca de seu lugar no espaço. Sem titubear, há uma demanda latente e crescente pela digestão da informação.

Inquestionavelmente, a Internet, com suas assossiações, suas bênçãos e maldições, sua autonomia geográfico-espacial, entre tantas outras características que lhe são peculiares, nos mostra que seu lugar está garantido na história mundial. E que, sem sombras de dúvidas, viera para ficar. Sendo assim uma das ferramentas mais poderosas inventadas pelo homem e que movimenta as engrenagens da humanidade contemporânea. Será esta a nova Babel?

Mas, a verdade é que uma parcela enormemente considerável da população do mundo ainda não tem acesso às tecnologias da informação. Até mesmo quem possui a tecnologia, não consegue transmitir eficazmente o conhecimento a outros. No caso do nosso Brasil, a inclusão digital anda a passos de formiga. E, os produtos e serviços oferecidos deixam muito a desejar. Resultado diário, milhares de milhares de processos e reclamações em órgãos especializados tais como o PROCON e outros. Há locais em que a população não possui nem mesmo o básico para o sustento, manutenção da vida como energia elétrica ou água tratada, potável ou esgoto.

Por outro lado, percebe-se que as tecnologias são mui vantajosas! Cá entre nós, porém, em escala aritmética, onerosa. E, geometricamente descartáveis. Os manufaturados necessários para transmissão da informação tornam-se peças de museu ainda em pleno vigor da suas criações e nascimentos. Como dizia Severino de Melo Neto: “Morrer de velhice aos trinta…”. No caso das tecnologias, caducam-se no geral a partir dos seis… Seis meses de idade! Rapidamente, entram no processo de degeneração.

Um dos meios de transmissão de notícias e informações mais difundidos pela sociedade hodierna é o jornal impresso. Tataraneto do pós medieval folhetim do Século XX. Em sua última estética e modalidade, vemos que ele vem se arrastando no decorrer do último século até aos dias atuais.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Também teve dois surtos de pneuma nas décadas de sessenta e setenta do século último com direito a ilustres diplomatas como o PASQUIM. Antes, quando o Século XX engatinhava, alguns gládios como a “Revista da Semana”, a “Revista Careta” e especialmente “O Pirralho” de Oswald de Andrade, eram profícuos garotos prodígios.

Agora, como uma pedra no sapato, uma outra no caminho, um vírus que está infeccionando e emporcalhando as terras das cidades, surgiu e está se espalhando pela sociedade. São os periódicos diários de “plástico”. Nos quais, recebem friamente destaques, notícias sobre violência gratuita, generalizada e desenfreada. As que forem mais toscas e grotescas são as melhores anestesias para a sensibilidade e exercício da compaixão; notícias repetitivas sobre o enojante futebol; fofocas deslavadas sobre folhetins teleaudiovisuais. E, uma fêmea qualquer escancarando, na capa, suas genitálias para quem quiser praticar o sexo sofrível e solitário.

O preço da iguaria é irrisório. Apenas vinte e cinco centavos da moeda corrente nacional. De forma que, sem pensar duas vezes, até um esfarrapado, imundo, obsceno mendigo iletrado consegue adquiri-lo. Vejam só! Que absurdo! São distribuídos cerca de mais de 350000 unidades diariamente.

Nestes dias em que o clamor por sustentabilidade ambiental é estridente, a demanda por informações é grande, contínua e crescentíssima. No entanto, a mesma notícia patina ébria nos jornais televisíveis, nas rádios, na Internet. E, infelizmente, no hediondo último periódico descrito acima. Sem contar que elas passam pelas enrugadas mãos do jornal do Brasil, no Rio e do Estadão, em São Paulo.

Enfim, as informações estão famigeradas pelo populacho. O que torna insustentável é o assassinato dos milhares de milhares de hectares de florestas e matas nativas para produzirem as superficialidades da sociedade atual. Especialmente, por falta de conteúdo, as informações insustentáveis.

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Sobre: Adriano Taciano

Latino; Brasileiro; Mineiro; Belorizontino; Estudante (graduação superior tecnológica em Gestão de Recursos Humanos); Poeta e escritor; compositor e músico autodidata.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
12 × 10 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>