Inferno astral

O advogado Marcio de Melo Lobo deu entrada hoje na 5ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro com uma ação em que pede a indisponibilidade dos bens de Eike Batista e da OGX.

Lobo fundamentou sua ação em notícias sobre uma suposta insolvência de Eike e do grupo X. Na petição, o advogado pretende também evitar que a OGX faça qualquer transferência de recursos para outras empresas do grupo.

Sergio Bermudes, advogado de Eike, reage:

– É uma ação infundada. Pedir a indisponibilidade dos bens só cabe nos casos previstos na lei. E este não é o caso.

Talvez você goste disso também:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
20 + 24 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>