Hidratar o cabelo: vale tudo?

Quantas vezes você já fez alguma birutice pra hidratar seus cabelos? Especialmente quando estamos na adolescência, ficamos ligada em artimanhas que supostamente deixam os fios mais bonitos, mais brilhantes, mais claros, mais escuros, mais… mais tudo! Desde que seja coisa boa. É ou não é? E acaba acontecendo de toparmos ideias super estapafúrdias nessa época porque, como ainda não trabalhamos e não temos grana, temos que apelar pras famosas receitinhas caseiras. E aí aparece de tudo: babosa triturada, chá de camomila, leite com mel, mamão amassado com ovo… eca… Nem acredito que usei essas coisas… Aliás, teve um amigo meu que, num acesso de raiva, esmagou um mamão com as mãos e em seguida passou na cabeça toda – raiva, já viu, né? A gente não raciocina direito. Mas não é que o cabelo dele ficou super macio e brilhante??

Mas hoje em dia, esse tipo de recurso não é necessário. A grande quantidade de produtos com preços populares e que fazem um efeito bacana tornou o cuidado com os cabelos muito mais simples – e seguros, diga-se de passagem. Um exemplo é o famoso bepantol, que tem um preço mega acessível e dá muito certo! O cabelo fica maravilhoso. Mas além dele, existem muitos outros produtos e truques pra ficar com uma cabeleira invejável.

Frutas pra que te quero!

Eu me lembro que, quando era mais nova, a moda era usar fruta pra tudo que fosse relacionado a cabelo. A lógica era a seguinte: se faz bem de dentro pra fora, “com certeza” faz bem de fora pra dentro! E aí começaram a aparecer trucagens como usar limão pra clarear mais ainda os cabelos loiros. Essa era perigosíssima porque as meninas espremiam um limão, passavam nos fios e iam pro sol, na esperança que isso “queimasse” o cabelo e o deixasse dourado! Olha a falta de juízo! Queimaduras muito, mas muito feias MESMO foram relatadas naquela época porque ninguém falava que limão queima quando saímos ao sol com a pele molhada dele. Sem contar que, se essa fruta faz tanto mal pra pele, imagine pros fios? Resseca até a alma.

E o caso do mamão? Quando meu amigo teve aquele ataque de raiva, no dia seguinte notamos que o cabelo dele estava maravilhosamente diferente e perguntamos o que ele tinha feito – aí ele nos contou do ataque de raiva, do mamão espremido, etc.. Caímos na risada mas, no mesmo dia, tava todo mundo em casa espremendo mamão e passando no cabelo. Ele hidrata, mas também pesa os fios por deixa-los meio que, digamos, “ensebado”. Existem produtos à base de mamão que aproveitam dele só o que tem que ser aproveitado, mesmo. É melhor, mais higiênico e faz menos bagunça na casa. ;p

O leite com mel? Essa dizia que era a receita secreta da Xuxa. Ah, adolescência ingrata… a gente realmente acreditou que a Xuxa – a XUXA! – usava isso! Muitas colegas minhas usaram essa receita; as que tinham cabelo naturalmente liso disseram que ele ficou meio pesado demais, mas ficou brilhante; as que tinham cabelo encaracolado (como eu) disseram que os cachos ficaram mais definidos. Como eu não tentei, não sei dizer se dava certo mesmo ou não. Adoro mel, ficou com dó de usar pra outra coisa que não seja comer.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Modernidade, graças a Deus!

Ainda bem que hoje em dia não precisamos mais apelar pra esse tipo de receitinha caseira. Elas podem parecer boa ideia, afinal são naturais e sem química, mas a verdade é que todas elas também têm elementos que não fazem tanto bem assim pros fios – e vai tudo junto, já que não costumamos ter um laboratório químico em casa, não é?

Nos casos das meninas que relataram que o cabelo ficava com aspecto “ensebado” era por causa disso: elementos que os fios não precisavam estavam presentes na misturinha, e provocavam colaterais que, muitas vezes, exigiam que elas lavassem os fios com shampoos antirresíduos – e eles são de ação muito profunda, com alta capacidade de ressecamento caso elas não utilizem uma máscara excelente depois. Não que isso não aconteça com um tratamento mal escolhido, mas a chance de dar algo errado após o uso dessas receitas caseiras é sempre maior.

O drama do cabelo é que nem sempre aquilo que deveria dar certo dá certo mesmo. Um cabelo ressecado que não fica bom com o uso de produtos com óleo de argan, por exemplo, é incomum. O meu é assim: ressecado (porque cacheado tem dessas coisas) mas não fica bem com óleo de argan, nem de coco, nem de monoi, nem de uva, nem de oliva… com óleo nenhum. Mas fica ÓTIMO quando uso uma máscara feita pra cabelos lisos! Vai entender… O bepantol também faz um efeito muito bacana e hidrata tanto que os cachinhos se definem melhor.

Se quer hidratar os fios, faça um favor a você mesma: procure sua cabelereira, peça indicações de produtos e vá testando. Mas evite as receitinhas caseiras. Às vezes elas podem dar tão errado que você vai preferir o cabelo ressecado, mesmo.

Talvez você goste disso também:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
8 − 7 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>