Heróis e Vilões

A historia é escrita sempre pelos vencedores ou por aqueles que detêm o poder nas mãos. Por isso de vez em quando uma nova faceta da versão histórica nos é apresentada. Isto significa dizer que a versão anterior não era a expressão da verdade histórica. Mediante isto, muitos heróis do passado não passavam de reles seres e muitos pressupostos traidores ou venais réus eram na verdade heróis.
Nós Brasileiros fomos educados, orientados e estimulados a acreditar que os valores culturais do Primeiro Mundo são superiores aos nossos e que a nossa cultura é apenas reverberações daquelas de além mar. O orgulho pátrio nunca foi nosso forte haja visto que; cantar o Hino Nacional é entediante para alunos e professores, a moda de lá é mais glamorosa do que a de cá e muitos até falam que o idioma que deveríamos falar é o inglês e não existe uma Política Pública como nos países do Primeiro Mundo e no Oriente que enfatize a postura heróica daqueles que lutaram para a consolidação do Estado Brasileiro e para isso, não se importaram de perder a própria vida, a liberdade e a possível tranqüilidade social, cívica e material.
Muitos são os heróis e heroínas neste Brasil imenso e seria tarefa árdua apresenta-los assim como suas biografias. Mais neste clã sagrada de brasileiros e brasileiras existe um que é inegavelmente de uma qualidade ímpar e de uma personalidade além da compreensão humana. Falo de Antonio Vicente Mendes Maciel o Antonio Conselheiro o idealizador e fundador da única República ou Estado Democrático Igualitário que realmente deu certo neste Mundo: Canudos ou o Império de Belo Monte. Ridicularizado e combatido pela Imprensa da época, pela Igreja, pelo Governo e pela Sociedade, a sua imagem nos foi repassada apenas como um beato esquizofrênico, louco e reles e vulgar jagunço como explana o Prêmio Nobel de Literatura o peruano Vargas Llosa em seu medíocre romance Guerra do fim do mundo. Uma das maiores falsificações literárias de todos os tempos.
Porém, nos dias atuais a figura deste Brasileiro é vista de um outro modo, muitas são as pesquisas e estudos a respeito do histórico Canudos e da figura carismática de Antonio Conselheiro e a real verdade histórica nos é apresentada. Por que os chineses honraram com um evento Cultural os 50 anos da morte de Euclides da Cunha quando Mão Tse Tung subiu ao poder? Por que Ho Chi Min veio ao Brasil após a Segunda Guerra?
Seria Antonio Conselheiro o guru ou precursor de Mão Tse Tung, Ho Chi Min, Gandhi e outros ou a China e o Viet Nan são reverberações de Canudos, o Império do Belo Monte?
Como me orgulho de ser Brasileiro!

www.oaieme.com/canudos.htm

www.oaieme.com/antoni.htm

Talvez você goste disso também:

Sobre: jb da silva

autodidata,filósofo, artista plastico,escritor, desenhista, ilustrador,escultor e desenvolvedor de sistemas de estudo, ensino, pesquisa e análises

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
18 × 9 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>