Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


GRITO NA GARGANTA!

Precisando de Dinheiro?

Ganhe R$80 por Dia
Sem Indicar nem Vender
Apenas Visualizando Anuncios
Forneça seus Dados para Começar

Pode ser que minha opinião não seja levada em conta. Pode ser que até ninguém ouça estas minhas palavras. No entanto, deixo estas como desabafo, como que desentalando um nó na garganta. Um cancro que me tirou o sono nesta madrugada última.

Bom, a data de hoje é cinco de agosto de dois mil e treze (05/08/2013). Ontem, à noite, quedava eu diante de minha TV, em frente ao canal da Record, exatamente vendo um programa chamado de “Domingo Espetacular”. À medida em que o programa de desenrolava, comecei a ficar consternado, preocupado, triste, revoltado, aflito e outras sensações ruins a mais. Todas as reportagens estavam sem sentido. Vejam bem! Fazem o maior alarde com respeito ao programa como sendo um instrumento de propagação de informações úteis e   necessárias à sociedade brasileira. Mas, o o que vomitaram à população foram notícias de entretenimento.

Senhoras e senhores, não sou jamais contra entretenimento. De maneira alguma. Sou a favor. Pois, o trabalhador escravo merece algum lazer nos finais de semana depois de uma semana de labuta. Olhem bem! O que estou alegando é que o Brasil, senhoras e senhores, não é só entretenimento. Não, não! No Brasil, estão pulsando corações sedentos da verdade!

O programa de ontem foi o estopim para aquilo que há tempos tenho observado: A que se destina os canais de televisão? Quem está por trás de tais instituições? A que se presta tão enfadonhas e alienantes informações? Porque, sinceramente, (temos que falar sobre o que vemos e ouvimos para que não vire injúria ou calúnia) a impressão que ficou é a de que não está acontecendo nada de grave ou de necessidade para ser resolvida no Brasil. Não que eu opte por notícias de desastres ou catástrofes ou coisa do tipo. Mas, nem por um segundo falaram ou mencionaram nada, nada sobre os problemas seríssimos que o brasileiro enfrenta na Saúde, a questão dos médicos está acontecendo neste exato momento em que leem esta notícia. Não falaram nada a respeito da Educação que está aos trapos e farrapos. Não falaram nada a respeito da Segurança que não protege mais ninguém no país. Muito pelo contrário, deixam a desejar com as improbidades, desaparecem com pessoas, como o caso  do tal do Amarildo no Rio de Janeiro, e outras barbaridades indizíveis que praticam como executores da Lei. Sobre a Política então, nem sonhando falariam. Fiquem sabendo que estamos de olho em Brasília de onde saem as mais altas taxas de impostos despejados sobre os lombos da população. Lá é o antro da corrupção que gera filiais pelo resto do território brasileiro afora.

Diante do programa me senti desolado. Ainda estou sentindo devido a não somente este programa supérfluo que invade as casas da maioria dos brasileiros, dia após dia, mas, também a todos os outros que gastam o nosso tempo precioso, nossa conta de energia elétrica, nossas ergonomias e trazê-nos tamanho enfado.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Quero insistir na pergunta. Neste exato instante, estou gritando isto a vocês. Por quê? Por que tantas notícias sem nexo, sem profundidade? Será que do Oiapoque ao Chui, os brasileiro querem notícias sobre um motorista que tem um carro amarelo, ou um cantor de lixo musical chamado funk e um cantor de música que se intitula de sertaneja, (quem mora no sertão brasileiro deviam pedir direitos autorais) que nadam no dinheiro enquanto seus pais vivem no sufoco, na linha tênue da sobrevivência e da pobreza? Ou será que é tão importante gastar mais de vinte minutos com reportagem de cães e gatos?

Estou com esta e dezenas de outras perguntas gritando em minha mente e latejando em meu coração. Será somente eu que estou assim? Tem alguém que tem os mesmos sentimentos que eu do outro lado? Tem alguém aí que está de olhos nas coisas reais que estão acontecendo e nos afligindo?

Outra coisa que me veio à tona também é a questão chave dos problemas mundiais: A Opressão e a Dominação. Muitos não sabem, mas eu sim e vejo, que a maioria da população vive sob rédeas curtas. São manipulados feito marionetes por uma minoria branca, masculina e portuguesa, especialmente aqui no Brasil. Sempre demonstram que a maioria não tem cérebro. Mas, por que eu penso e vejo a escravidão coletiva? A resposta é que ela de fato existe. E, eu estou disposto a entregar a minha vida pela Justiça, Verdade e pela Liberdade.

Pode ser que ninguém veja estas minhas palavras, este meu desabafo. Sou apenas um anônimo na multidão. Tenho sentindo um cansaço  exterior. Isto me faz sonhar (talvez seja esta a resposta) uma sociedade melhor, mais justa e igualitária e humana. O que vi no citado programa acima, como em muitos outros, é que dizem que o melhor é esquecermos e sermos como aquele paulistano que se finge de estátua dourada do defunto Michael Jackson em troca de algumas moedas. Ou seja, ele acha que está trabalhando dignamente, mas está, junto com sua família, pedindo esmola.

Talvez seja isto, os poderes dominantes, donos das televisões e a quem elas se servem agem como se o Brasil estivera morto. Agem como se o Brasil fosse uma nação de zumbis. Que o brasileiro está morto e enterrado. E, que defunto não necessita de mais nada deste mundo, pois, já se foi. Sim, deve ser isto… Estou começando a entender a brasileira que desabafou ao vivo no mês passado e não teve medo de dizer que a Record, representando também as outras emissoras, é um LIXO.

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Sobre: Adriano Taciano

Latino; Brasileiro; Mineiro; Belorizontino; Estudante (graduação superior tecnológica em Gestão de Recursos Humanos); Poeta e escritor; compositor e músico autodidata.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
17 − 6 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>