Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


Confira dicas para controlar a oleosidade de seu cabelo

Precisando de Dinheiro?

Ganhe R$80 por Dia
Sem Indicar nem Vender
Apenas Visualizando Anuncios
Forneça seus Dados para Começar

Muitos adoram seus cabelos. Símbolo maior da beleza, eles são a melhor forma de representar a personalidade de cada pessoa. Crespos, lisos, cacheados, ondulados… não importa qual seja o tipo, eles chamam atenção nas ruas, são motivo de vaidade e ainda são orgulho para muitas mulheres e homens ao redor do mundo.

No entanto, não existe cabelo perfeito. Ao mesmo tempo em que há suas qualidades, ele também tem seus defeitos e seus problemas. A oleosidade excessiva é um deles, sendo razão de queixa em muitas situações. Para quem não sabe, o cabelo naturalmente é oleoso, já que as glândulas sebáceas do couro cabeludo precisam produzir o chamado sebo, um fluido rico em triglicérides e gorduras que protege o cabelo de infecções, o lubrifica e ainda o impermeabiliza.

Só que existem situações em que as glândulas sebáceas produzem mais sebo do que o necessário. São inúmeras as causas desse fenômeno. Cosméticos que são oleosos por natureza, a água quente do banho, alterações hormonais e até mesmo o stress do dia a dia são algumas delas.

A consequência de um cabelo oleoso pode ser vista, sentida e percebida de longe. Ele é mais pesado que os demais cabelos e ainda pode facilmente grudar à cabeça, tendo um aspecto sujo e um tanto desleixado. Não à toa, muitos procuram inúmeras soluções para o problema, que incluem desde a aplicação de shampoos especiais (como o Cetoconazol®) até a mudança de hábitos e costumes. Confira as principais soluções!

Não estimule as glândulas!

A primeira dica é para você não prender muito os seus cabelos, se eles forem oleosos. Evite o uso, por exemplo, de elásticos, presilhas, chapéus e lenços que impeçam a ventilação dos fios. Afinal, com os fios mais expostos ao ar, o sebo acaba se distribuindo melhor e as glândulas sebáceas não serão pressionadas, evitando uma produtividade excessiva de óleo capilar.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Além disso, outro hábito que precisa ser cortado para justamente impedir a atuação excessiva das glândulas são massagens no couro cabeludo. E, quando se diz massagem, se refere a qualquer ação esfregante e estimulante, como escovar os cabelos com frequência, passar as mãos e ainda coçar com frequência a cabeça.

Limpeza, uma dica fundamental

Obviamente a limpeza é outra dica preciosa para quem tem oleosidade excessiva no cabelo. No entanto, ela não deve ser feita de qualquer jeito. A dica é caprichar na lavagem do cabelo, mas fazer em dias alternados – dia sim, dia não. Outro detalhe importante é para você não aplicar água muito quente, mas sim mais morninha. Afinal, a temperatura da água também pode estimular a ação das glândulas sebáceas.

A escolha dos shampoos é fundamental. Não compre qualquer shampoo, afinal muitos já contêm gordura em sua composição e podem reforçar o problema. Consulte seu dermatologista ou então o vendedor de uma farmácia e olhe nos rótulos, para saber qual o produto mais indicado. Os shampoos adstringentes e de pH neutro são os melhores, além dos que já são feitos para o próprio cabelo oleoso.

Caso o nível da oleosidade de seu cabelo esteja muito elevado, o Cetoconazol® é um produto que pode ser usado complementarmente. Mesmo sendo originalmente antifúngico, esse shampoo – que é indicado para ser usado duas vezes por semana – acaba inibindo a produção de di-hidrotestosterona (DHT), uma variante da testosterona que é influente na formação do sebo e na atuação das glândulas sebáceas.

Ademais, é fundamental lembrar que as pessoas com cabelo muito oleoso não podem usar condicionador em excesso. Afinal, o condicionador acaba encorpando o cabelo e, assim, eleva sua oleosidade. Quando utilizado, ele ainda deve ser aplicado apenas nas pontas, para que as pessoas ganhem seus benefícios e não sejam prejudicadas por sua ação.

Outras dicas

Além da limpeza e das dicas relacionadas ao cabelo, também é importante mudar hábitos que nada têm a ver com os fios, mas que influenciam em seu bem-estar. Você sabia que uma alimentação oleosa pode trazer oleosidade ao cabelo? Pois é, por isso é importante evitar gorduras, açúcares, produtos muito calóricos e frituras, de modo a não sofrer consequências na estética capilar e na forma física.

E o stress? Você sabia que ele influencia na atuação das glândulas? Então busque ao máximo ter uma vida sadia e equilibrada, com direito a hobbies, a diversão e a um espaço com a família e com os amigos. São essas dicas – do Cetoconazol®, da limpeza e da temperatura da água até a alimentação e o bem-estar mental – que podem influenciar positivamente seu cabelo e torná-lo mais bonito e atraente.

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
19 + 2 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>