Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


Como os Aviões Conseguem se Manter no Ar?

Precisando de Dinheiro?

Ganhe até $80 por Dia
Sem Indicar Nem Vender
Forneça seus Dados para Começar

Todos nós já nos perguntamos sobre isso e, na verdade, a maioria dos adultos pensam nesta questão toda vez estão à bordo de um avião. Não chega a ser um problema quando se é mais jovem.  Um vôo, do ponto de vista de uma criança, é simplesmente um prelúdio excitante para as férias de verão. Crianças ainda não têm idade para estarem preocupadas com a física e a aerodinâmica que confundem nossa mente. Para uma Criança, apreciar as maravilhas do mundo visto do alto já são o suficiente.  Entretanto, um dia chega a idade em que passa a ser importante saber como as coisas funcionam de fato.

Uma vez que você aprende sobre a ciência por trás das viagens aéreas é que você percebe que tudo na verdade não passa de velha física, confiável, boa, e com pouca margem para erros. Existem quatro principais forças que mantêm um avião no ar, estes são sustentação, peso, empuxo e arrasto.

Sustentação empurra o avião para cima, isto é dependente da forma de suas asas, pois é a forma como o ar se move em torno das asas que faz com que o avião vá para cima. Tanto a cabeça quanto a parte inferior da asa de um avião são vitais para redirecionar o fluxo de ar e mantê-lo voando. Quando se discute a aerodinâmica do ar, o mesmo é muitas vezes referido como sendo um fluido. Sustentação ocorre quando um fluxo de flúido ou neste caso, o ar, é desviado por um objeto sólido. Isso cria sustentação em uma direção enquanto o fluxo ocorre no caminho oposto. Qualquer superfície sólida pode alterar a direção do fluxo de um fluido, e isso garante que a aeronave permaneça no céu ao invés cair no chão. Por exemplo, ambas as porções superior e inferior da superfície de uma asa de avião são importantes em desviar o fluxo do fluido.

A força do peso puxa a aeronave para baixo, em direção à Terra. Por este motivo, os aviões são construídos de forma  a manter o peso distribuído uniformemente por todo o corpo, o que ajuda a manter o equilíbrio.

Claro que um avião não pode simplesmente ficar parado no ar, senão os turistas acabariam perdendo suas férias!  A força por trás disso é chamada de empuxo, e motores turbo poderosos fornecem esse “impulso” quer sob a forma de um giro da hélice ou um motor a jato devorando combustível, o método não é tão importante, contanto que o ar continue a deslizar sobre as asas do avião. No entanto, só vale à pena ser impulsionado para a frente se você pode também parar, e aqui é onde a quarta força entra em ação – o arrasto. Toda aeronave comercial  e a grande maioria dos transportes aéreos são desenhados de forma a permitir o controle da passagem de ar em torno delas, com mais ou menos resistência, o que pode ser confirmado em sua forma aerodinâmica.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Aviões voam quando todas as quatro forças trabalham em conjunto, mas é claro que este não é o único ingrediente de um vôo bem sucedido, a outra parte importante é o piloto. Já em relação às quatro forças, provavelmente a sustentação em oposição ao peso seria a mais importante.

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Sobre: Walmira

Artista plástica pernambucana residindo em Londres, Walmira escreve artigos relacionados a viagens aéreas, turísmo e notícias do ramo dos transportes aéreos em geral em nome da Chapman Freeborn

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
18 × 6 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>