Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


Como lidar com a exclusão de uma convocatória importante

Precisando de Dinheiro?

Ganhe R$80 por Dia
Sem Indicar nem Vender
Apenas Visualizando Anuncios
Forneça seus Dados para Começar

A exclusão de uma convocatória que o jogador considere importante pode ser um grande revés para o mesmo. No entanto, é importante que o jogador mantenha a confiança em si mesmo e consiga acatar a decisão do treinador, sem reagir intempestivamente, para não colocar em causa o seu futuro. São muitos os casos de jogadores que não reagiram da melhor forma à contrariedade de não terem sido escolhidos e quase todos acabaram por se arrepender das suas reações. Também se pode aprender com os erros dos outros. Como deve então um jogador reagir nestes casos?

Aceitar a exclusão

A primeira fase passa pela aceitação da decisão do treinador. Por muito que possa ser difícil de engolir o dissabor, há que perceber que o facto já está consumado e portanto o importante é não comprometer possibilidades e oportunidades futuras. Um jogador confiante e inteligente percebe que reações imaturas correspondem por norma a castigos maiores e acredita o suficiente na sua qualidade para não se deixar quebrar.

Prometer trabalho e empenho

A humildade nunca fica mal a ninguém, desde que não em excesso. Depois de aceitar a decisão, o jogador pode e deve prometer continuar empenhado no seu trabalho, de forma a melhorar e a não ficar excluído da próxima convocatória. Por muito injusta que tenha sido a exclusão e por maior que seja a qualidade do jogador este tipo de reação mostra uma grande maturidade e atira a “batata quente” para as mãos do treinador.

Mostrar disponibilidade total

Isto é, apesar de não ter ficado obviamente satisfeito por ter sido deixado de fora, o jogador deve mostrar disponibilidade para integrar a próxima convocatória. Só assim é que a equipa se mantém o seu favoritismo nas principais casas de apostas e comunicação social. Esta situação costuma acontecer com regularidade, sobretudo a nível de seleções nacionais, que os jogadores, quando se sentem negligenciados pelas opções do treinador, decidam unilateralmente não voltar a representar a seleção, ou abandonem os locais de estágio, como aconteceu com Ricardo Carvalho, do Mónaco, ao saber que não seria titular, esta não é com toda a certeza a melhor forma de reagir.

Apoiar os colegas

Ainda recentemente Ricardo Quaresma, pouco depois de saber que não fazia parte dos 23 eleitos para representar Portugal no Mundial do Brasil, apareceu no local do estágio para visitar os compatriotas e colegas de profissão selecionados e para lhes prestar o seu apoio enquanto colega e adepto. Mostrou desta forma a maturidade que alguns lhe diziam faltar. Para além de ter sido uma atitude positiva para a sua própria imagem, não deixou de ser um ótimo exemplo de companheirismo e desportivismo. A prova disso mesmo, é que meses depois (agora com o selecionador Fernando Santos), foi novamente convocado para os trabalhos da seleção.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Acreditar em si mesmo

Ver negada, por exemplo, a oportunidade de disputar um campeonato do mundo de futebol pode ser um acontecimento traumático, mas é importante que o jogador saiba recuperar rapidamente e use até essa “raiva” como fonte de motivação extra. A confiança é aquilo que separa os bons jogadores de todos os outros.

Como não reagir com a exclusão de uma convocatória

Há vários casos de reações lamentáveis, mas entre as que ocupam os lugares de topo estará certamente a de Ricardo Sá Pinto para com Artur Jorge, na altura selecionador nacional português. A cena de pugilismo valeu ao jogador um ano sem poder disputar partidas oficiais, quantas vezes se terá arrependido Sá Pinto durante esse ano de proibição?

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>