Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


Como Funciona a Nova Lei Seca

Precisando de Dinheiro?

Ganhe R$80 por Dia
Sem Indicar nem Vender
Apenas Visualizando Anuncios
Forneça seus Dados para Começar

Agora com nova lei seca, o motorista que consome álcool dever esta muito mais atendo, agora é aceitável vídeos e relatos de testemunhas, a multa aumentou, de R$ 957,70 passou a ser de R$ 1915,40 e se houver reincidência paga-se o dobro, o que a meu ver, sinceramente é irrisório ao compararmos as perdas que o alcoolismo no trânsito causa a muitas famílias. Ainda é permitido ao motorista se negar a utilização do bafômetro o que conhecemos como o direito de não produzir provas contra si mesmo, mesmo com os vídeos ou depoimentos de testemunhas é direito do cidadão pedir uma contra prova, que no caso só é possível com o uso do bafômetro ou o exame de sangue, sendo considerado crime dirigir embriagado ou sob o uso de outra substância psicoativa que leve o cidadão a dependência.

Muita coisa mudou existe um forte apelo em propagandas contra o uso do álcool no trânsito, mas, parece que nada sensibiliza a estes motoristas e com tudo isso é a sociedade é quem sofre e principalmente a família dos mesmos.

Acredito que é preciso abrir os olhos da população e não vejo alternativas, além do que começarmos pela educação. É grande a necessidade no Brasil que haja uma inclusão aos parâmetros curriculares, uma disciplina, ou quem sabe incluir em uma delas a educação no trânsito, demonstrar as crianças desde pequenos, que ao estarmos no volante temos que dirigir com responsabilidade e expor imagens, vídeos e relatos que álcool e direção não combinam, tentar sensibilizá-los, pois todo motorista também é pedestre.

Ainda bem que podemos contar com a tecnologia. A ultima tendência da policia  são câmeras fixadas nos bonés dos mesmos que filmam em tempo real quando o motorista embriagado é abordado, de acordo com a nova lei seca os vídeos contribuem para proteger a sociedade de cidadãos inconsequentes, quem sabe assim conseguem diminuir a frequência desses incidentes lamentáveis com os quais convivemos. Em média morrem 160 pessoas por direção de pessoas alcoolizadas por dia no Brasil e na maioria das vezes os condutores de veículos são suas próprias vítimas, e o que se diz dos motoristas brasileiros é que eles acreditam na impunidade pela falta de fiscalização e desta maneira se arriscam ao volante embriagados.

Precisamos acreditar que com todas essas mudanças esses dados ficarão no passado e que a nova geração crescerá com fé, que os futuros sejam condutores conscientes da sua responsabilidade com relação a sua vida e na vida dos demais, mas, infelizmente ainda contamos com o bafômetro e os outros mecanismos para fazer com que respondam pelos seus atos, aqueles que ainda assim cometem esse tipo de infração. E não custa lembrar que agora nós também podemos contribuir a qualquer momento com a policia, filmando e testemunhando para que o condutor embriagado seja punido, e isso em breve isso tenha fim.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Acesse o site da Test Brasil e confira todas as ofertas –  www.testbrasil.com.br

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Sobre: testbrasil

Atuamos desde 2006, comercializando produtos industriais, como instrumentos de medição, para todo o território nacional. Focamos nossa atuação em atender as necessidades do cliente, oferecendo produtos com o melhor custo/benefício. Temos a preocupação em satisfazer o cliente desde o seu primeiro contato, discutindo a melhor solução técnica e comercial de forma clara e simples. http://www.testbrasil.com.br

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>