Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


Capability Maturity Model (CMM)

Precisando de Dinheiro?

Ganhe até $80 por Dia
Sem Indicar Nem Vender
Forneça seus Dados para Começar

Segundo Mauro Sotille (2004), o CMM é um conjunto de processos e um modelo de certificação, que foi desenvolvido no ano de 1986 pela SEI (Software Engineering Institute), utilizado para melhorias nos processos de desenvolvimento de softwares. O CMM não é uma metodologia, pois ele não diz como fazer e sim o que deverá ser feito, para melhorias nos processos de desenvolvimento. O CMM é um modelo muito útil á empresas que desenvolvem softwares, chamadas de “Fábrica de software”, pois ira fornecer níveis de maturidade para o desenvolvimento, fazendo com que se atinja uma melhor qualidade e melhorias internas nos processos de desenvolvimento do projeto de software. São divididos em cinco níveis de maturidade:

Nível 1 – Inicial: Este nível é conhecido como ad hoc , onde alguns processos estão bem definidos, o sucesso do desenvolvimento depende de esforços individuais e utiliza o gerenciamento como resposta a uma crise. As organizações que possuem o nível de maturidade um geralmente não assumir compromissos com seus clientes e não conseguem cumprir prazos pré-estabelecidos.

Nível 2 – Repetição: Nível onde é baseado em um gerenciamento básico de software, feito com experiências anteriores, utiliza métricas que visa controlar os custos e a funcionalidade, além de possuir medidas preventivas e corretivas se identificado o risco de imediato.

Nível 3 – Definido: Neste nível todos os processos realizados pela equipe no desenvolvimento e no gerenciamento são documentados, organizados e integrados seguindo padrões e software, além de possuir processos bem definidos revisões frequentes.

Nível 4 – Gerenciado: São desempenhadas frequentes medições detalhadas nos processos de desenvolvimento de softwares e qualidade do projeto, também são controlados de forma quantitativa o processo e o produto do software.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Nível 5 – Otimizado: São realizados processos de melhorias contínuas nos processos de desenvolvimento através de investimentos em tecnologias inovadoras e eficientes. São realizados medições e testes imediatos em caso de falhas, podendo melhorar o controle e o gerenciamento dos processos, visando à qualidade total no desenvolvimento do software.
O CMM, através dos níveis de maturidade pode subdividir por estágios, de acordo com a evolução no ciclo de desenvolvimento de softwares da organização, orientando para que se possa atingir a melhoria contínua, e no decorrer do desenvolvimento poder identificar problemas e corrigi-los de forma imediata, documentar, organizar e padronizar os processos na transição do ciclo do projeto de software, podendo assim apresentar ao cliente um produto quantitativo e qualitativo.

Cada nível de maturidade possui um conjunto de práticas e processos, que são chamados de KPA’s ou áreas-chave, e para uma organização, alcançar a transição de um nível para outro, deve cumprir de forma intrínseca e padronizada esse conjunto.
Podemos definir o CMM como parte integrante do Planejamento Estratégico de TI e da Governança de TI, pois classifica as organizações de acordo com as práticas e processos adotados internamente, neste caso o CMM, ajudara no gerenciamento e controle dos processos, além de fornecer métricas para a organização e padronização desses processos, auxilia para uma melhoria contínua no desenvolvimento, fazendo com que as organizações ofereçam um produto de qualidade e com valor agregado aos seus clientes, atendendo prazos pré-estabelecidos e a satisfação do cliente.

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
20 ⁄ 10 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>