Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


Câmera lenta…

Precisando de Dinheiro?

Ganhe R$80 por Dia
Sem Indicar nem Vender
Apenas Visualizando Anuncios
Forneça seus Dados para Começar

O barulho estridente da partida. O som ficando distante a cada segundo. A sensação de que tudo depende de você e só de você.

Era uma tarde de domingo, fazia muito calor, o ar parado dava a impressão que o tempo não passava. Lembro-me daquele dia como se fosse ontem, alias acho que me lembro daquele dia mais do que ontem ou do que qualquer outro.

Domingo era dia de ir à casa da vovó,passar a tarde tomando chá enquanto ouvia historias, Seriam belas as fotografias caso pudéssemos tirá-las de momentos assim, mas a verdade é que a simplicidade de ser feliz o flash não capta.Falávamos sobre as férias de verão quando a campainha tocou,era uma amiga da minha avó,as duas se conheciam a anos e a tempo não se viam,tinham muito o que conversar.Retirei-me da sala,peguei minha boneca e fui brincar no quintal.

Enquanto todas as outras crianças estavam na rua brincando eu estava ali e só queria estar ali. As tardes de domingo com a vovó eram sempre as melhores, mas aquela era uma tarde diferente…

Em pouco tempo o tédio me consumiu e eu quase que contei os minutos pra que a tal mulher fosse embora. Ouvi quando elas se levantaram e saíram da sala em direção ao portão. Fui tentando não fazer barulho até o vão da porta pra espiar, pela fresta pude ver minha avó meio cambaleante se escorando na grade do portão enquanto a outra entrava no carro.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Corri até lá para ajudá-la, tentei segura-la, mas não agüentei o peso e fomos ao chão, ela estava desacordada e naquele momento o mundo pareceu amarelado e em câmera lenta. As lagrimas insistiam em cair dos meus olhos.

-Me ajuda!-Pedi com a voz embargada, eu teria implorado caso tivesse tido tempo,mas ela ligou o carro e partiu,vi quando ela virou a esquina acelerando aquele maldito fusca marrom. Eu ali parada num quase desespero, sentada no chão com ela em meu colo.

Os anos se passaram, não tenho mais sete anos de idade, mas ainda não entendo. Confesso que não busco entender, uma das coisas que aprendi é que as pessoas só dão aquilo que tem, ninguém agirá com compaixão, solidariedade ou qualquer outra coisa se não as possuir e vai ver a culpa não é de ninguém…

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Sobre: Jessica

Vivemos tentando controlar o tempo, na intenção de que ele nunca nos controle. Vivemos tentando achar explicação pra aquelas coisas que no fundo nem são tão importantes assim... Troquei passos com o tempo tentando encontrar o momento exato em que me perdi, tentando encontrar o momento em que apenas existir não me foi suficiente... Eu sou do tipo de pessoa meio boba que faz qualquer palhaçada pra ver brotar um sorriso no rosto de alguém especial... Eu sei muito de quase nada... Meu caminho já me levou onde eu não pretendia chegar, mas que era o lugar exato onde eu deveria estar. As palavras às vezes me entendem mais do que as pessoas e às vezes nem elas... Eu tenho uma penca de sonhos aqui dentro, talvez por isso eu viva com a cabeça nas nuvens... Talvez os meus inimigos sejam meus melhores professores, eu posso ainda não saber o tipo de pessoa que quero ser, mas tenho absoluta certeza do tipo que não quero... Tenho imensa dificuldade em lidar com as pessoas que eu não consigo “ler”, porque no fundo eu admiro essas pessoas que conseguem não demonstram o que sentem... Algumas musicas me lembram algumas pessoas e essas pessoas as vezes me lembram aquilo que vivo tentando esquecer...

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
9 + 26 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>