Bermuda para ciclismo: dicas para pedalar com mais eficiência

Você tem tudo: a bermuda para ciclismo, as sapatilhas, o capacete e a sua bicicleta é muito boa, mas nota que ainda não consegue pedalar do jeito que gostaria.

O que pode estar dando errado? Olha, são muitos fatores que contribuem para que as nossas pedaladas não ocorram da forma que a gente gostaria, mas a boa notícia é que praticamente todas elas são ajustáveis.

Assim sendo, a seguir nós vamos te mostrar como fazer a bermuda para ciclismo, as sapatilhas e o capacete (além da bicicleta, é claro) serem elementos que vão te ajudar a ser o ciclista que você quer ser! Vem conferir!

5 dicas para pedalar com mais eficiência e fazer valer o investimento em bermuda de ciclismo, bicicleta, capacete e tudo o mais

1 – Incline o seu tórax

Uma coisa que pode ajudar a justificar o alto investimento que você fez em bermuda de ciclismo, bicicleta, capacete e afins é inclinar o seu tórax! Mas por que?

Bem, de acordo com os especialistas isso faz com que haja menos resistência para você se deslocar, o que fará com que você gaste menos energia no processo.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

O problema dessa posição é que ela acaba sendo desconfortável para a maioria das pessoas, uma vez que exige que a lombar e a cervical estejam mais trabalhadas.

A dica é se manter com as costas bem retas e manter as curvaturas fisiológicas onde elas precisam estar, para que você não acabe sobrecarregando estruturas corporais que depois vão ser difíceis de arrumar!

2 – Fique atento ao número de pedaladas

O número de pedaladas que você dá por minuto faz diferença no seu desempenho em cima da bicicleta, de acordo com várias pesquisas feitas nos últimos anos!

Se você pedalar em uma cadência superior a 90 rpm por minuto vai render mais do que se fizer cadências inferiores a 70 rpm por minuto. O principal motivo disso é que você vai alcançar uma grande economia dos seus próprios músculos.

Obviamente você não começa a pedalar já nessa cadência, e é necessário um período de adaptação considerável, mas uma vez que você alcançar esse patamar seus resultados serão invejáveis!

3 – Invista em um movimento certo das pernas

Muitas vezes não reparamos, mas dentro daquela bermuda de ciclismo cara que compramos temos pernas que estão pedalando da forma mais equivocada possível.

O jeito certo exige que os joelhos estejam extremamente retos. Isso significa que as suas pernas devem subir e descer no movimento da pedalada da mesma forma que ocorre com um pistão, por exemplo!

Se você fizer movimentos que fujam disso a tendência é que ocorra uma perda de força na transmissão para os pedais, e o resultado costumam ser as temíveis lesões.

Evite principalmente pedalar com a perna aberta, ou com os joelhos indo “para dentro” durante o processo, porque se isso acontecer você estará forçando desnecessariamente eles mesmos e o seu quadril, e um preço será cobrado mais tarde!

4 – Tenha os pés no pedal

Infelizmente a verdade é que a maioria das pessoas escolhe os piores calçados possíveis para pedalar, e você deve evitar esse tipo de comportamento para o seu próprio bem.

O ideal é você apostar no uso de sapatos que tenham a sola rígida, e que sejam indicados justamente para esse tipo de atividade. Assim você conseguirá transmitir melhor a força para o pedal.

Uma dica é você encaixar os taquinhos do calçado no pedal, porque só isso já melhora demais a sua pedalada. Agora, se você tem joelhos valgos, que são comuns naqueles que tem “pernas para dentro” ou varos, que é quando as pernas estão arqueadas pode ser necessário corrigir as suas sapatilhas, afim de que fiquem mais seguras no pedal.

5 – Deixe o selim na altura certa

Muitos ciclistas levam o selim baixo demais, e o resultado é que você desgasta os seus joelhos e ainda cansa mais todos os seus músculos. O que se deve fazer é medir o ângulo do seu joelho e a partir de aí adequar o seu selim a melhor altura possível!

Há quem diga que o melhor é medir o comprimento das pernas, mas isso está longe de ser verdade! O jeito mais funcional é mesmo analisando o ângulo dos seus joelhos, porque isso vai te dar uma precisão muito maior e vai te ajudar a manter o selim em uma altura que vai ser ideal para o seu caso!

Ganhe Dinheiro
Todos os Dias
Sem Vender Nada

Cadastre-se AQUI para Iniciar!

Como dá para ver é perfeitamente possível fazer valer todo o gasto com bicicleta, sapatilha, capacete e bermuda de ciclismo! Aplicando essas 5 dicas simples vai ser muito viável tornar a sua pedalada algo realmente funcional, que vai fazer com que você se aprimore nessa atividade e tenha resultados cada vez mais incríveis na sua vida!

Talvez você goste disso também:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Enter Captcha Here : *

Reload Image

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>