Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


AS TENDÊNCIAS PEDAGÓGICAS E O PROCESSO HISTÓRICO DA DIDÁTICA

Precisando de Dinheiro?

Ganhe R$80 por Dia
Sem Indicar nem Vender
Apenas Visualizando Anuncios
Forneça seus Dados para Começar

PEDAGOGIA TRADICIONAL:

• Vertente religiosa: Preocupação com a formação psicológica dos padres mestres;Atribuía-se ao homem uma essência universal e imutável (criação divina);
• Vertente leiga: Para elite colonial, era destinada uma educação privada;
• Papel da Didática: meramente formal (centralidade na metodologia de ensino);
• Estudo Humanístico – cultura geral, educação centrada no professor;
• A Didática – compreendida como um conjunto de regras, dissociação entre as questões, escola e sociedade e separação entre teoria e prática;
• Revolução de 30 – mudanças no quadro econômico e político do país, a Didática tradicional passa a ser renovada;
• Reforma Francisco Campus – Criação da primeira universidade e inclusão da Didática nos cursos de formação de professores a nível superior;
• O Estado Novo – governo ditatorial de Getúlio Vargas: influências: tradicional e moderna.

PEDAGOGIA ESCOLANOVISTA:

• Escolanovismo: proposta de um novo tipo de homem;
• O problema educacional passa a ser visto sob a questão escolar e técnica;
• A Didática acentua o caráter prático-técnico do processo de ensino-aprendizagem;
• O ensino é concebido sob o critério da pesquisa, o perfil do professor passa a ser o técnico;
• A política educacional reflete a ambivalência dos grupos no poder (tendências populistas e antipopulistas);
•A Didática voltava-se para o enfoque renovador-tecnicista;
• Crise da Pedagogia Nova e tendência tecnicista.

PEDAGOGIA TECNICISTA:

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

• Objetividade, racionalidade e neutralidade;
• O enfoque sobre o papel da Didática situa-se no âmbito da tecnologia educacional;
• Organização racional do processo de ensino (desvinculação mais intensa entre teoria e prática);
• Formalismo didático (normas pré-fixadas);
• A Didática compromete sua identidade ao assumir o discurso reprodutivista, e secundarizar sua especificidade (técnica);

PEDAGOGIA LIBERTADORA:

A atividade escolar é centrada nas discussões sobre os temas sociais e político;
• O trabalho escolar: processo de participação ativa de professores e alunos, nas discussões e ações práticas sobre questões da realidade social imediata;
• Valorização da educação popular (jovens e adultos);
• O papel da didática passa a ser desconsiderado pelos defensores desta tendência, quando ressaltam seu caráter tecnicista e instrumental;
• Didática implícita na orientação do trabalho escolar.

MOMENTO ATUAL DA DIDÁTICA:

• Pedagogia crítica: ir alem dos métodos e técnicas (associação entre escola e sociedade, teoria e prática, conteúdo e forma, ensino e pesquisa e professor e aluno);
• A contribuição da Didática volta-se para a ampliação da visão do professor, com relação às perspectivas didáticos-pedagógicos, coerentes com nossa realidade educacional, inserida no contexto social;
• Ênfase ao atendimento das novas demandas sociais para a educação (interdisciplinaridade, novas tecnologias, formação contínua de professores e etc);
• Busca a superação do tradicionalismo formal, dos efeitos Escolanovistas, das orientações demobilizadoras do tecnicismo educacional e recuperar as tarefas pedagógicas desprestigiadas pelos discursos reprodutivistas.

REFERÊNCIAS

LIBÂNEO, José Carlos. Didática. São Paulo : Cortez, 1994.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Repensando a Didática / colaboradores Antonia Osima Lopes. 5ª ed. Campinas. SP. Papirus, 1991.

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
8 + 11 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>