Ganhe R$80 por Dia. SEM INDICAR NEM VENDER


Aécio Neves, presidente do PSDB: conheça a sua trajetória

Precisando de Dinheiro?

Ganhe R$80 por Dia
Sem Indicar nem Vender
Apenas Visualizando Anuncios
Forneça seus Dados para Começar

O novo presidente nacional do PSDB tem uma longa e rica história política e de serviços prestados ao Brasil. Aécio Neves foi governador de Minas Gerais por dois mandatos (2003 a 2010), deputado federal quatro vezes, líder do governo Fernando Henrique Cardoso e presidente da Câmara dos Deputados. Eleito senador em 2010, ele completa 30 anos de vida pública.

Desde que foi eleito pela primeira vez, Aécio sempre foi um campeão de votos. Já em 1986 foi o deputado federal mais votado por Minas, atuando com destaque na aprovação da chamada Constituição Cidadã. Reeleito em 1990, 1994 e 1998, o hoje senador tucano promoveu atos importantes para o Brasil no exercício de seus mandatos.

Na Constituinte de 1988, Aécio foi o autor da emenda que instituiu o direito de voto aos 16 anos de idade. Foi líder do partido na Câmara dos Deputados por quatro anos consecutivos (1997 a 2000), quando foram realizadas reformas econômicas e administrativas que modernizaram o País durante o governo FHC.

Escolhido por seus pares presidente da Câmara dos Deputados , entre 2001 e 2002, Aécio defendeu a valorização do parlamento com a limitação das medidas provisórias editadas pelo Governo Federal e, sob seu comando, o Parlamento aprovou o conhecido Pacote Ético, que pôs fim à imunidade dos congressistas que cometem crimes comuns. Durante o seu mandato foi criado o Código de Ética e Decoro Parlamentar.

Em 2002, candidato ao Governo de Minas, Aécio recebeu 5.282.043 de votos, uma votação histórica no estado. Foi o primeiro governador eleito em Minas no primeiro turno. Quatro anos depois, foi reeleito com uma votação ainda maior – 7.482.489 – e a impressionante marca de 77,03% do total dos votos válidos.

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

Dois dias após a posse, para enfrentar a grave situação vivida pelo estado, Aécio Nevescolocou em prática a mais ousada e ampla reforma administrativa realizada no país: oChoque de Gestão que enxugou e ajustou toda estrutura estadual. O número de secretarias caiu de 21 para 15, o equivalente a 30%. Cerca de 3.000 cargos de confiança foram extintos. Aécio cortou o valor dos salários do governador, vice-governador e dos secretários de estado.

O conjunto das medidas implantadas permitiu o reequilíbrio das contas do estado, que saiu de um déficit esperado de mais de 2 bilhões em 2003 para um déficit zero em 2004 .Isso possibilitou desde a regularização do pagamento em dia dos servidores públicos, como salários e o 13º, até a retomada dos contratos de financiamento junto às agências internacionais de fomento, como BIRD e BID.

O principal objetivo do Choque de Gestão é a melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. Poucos anos depois de implantado, índices do governo federal atestam que Minas tem a melhor educação básica do país e o melhor sistema de saúde publica de toda a Região Sudeste. O estado atingiu antecipadamente 7 das 8 metas do milênio fixadas pela ONU e foi a primeira unidade subnacional do mundo a pactuar novas e mais arrojadas metas com a entidade.

Os avanços ocorridos em Minas deram a Aécio Neves a marca de governador mais bem avaliado em todo o país, com 92% de aprovação dos mineiros. Com um novo recorde de votos – 7.565.377 votos – foi eleito senador da República em 2010. Fez como sucessor o governador Antonio Anastasia (PSDB) e esteve ao lado do amigo e companheiro na vida pública Itamar Franco, eleito também senador por Minas.

Em 6 de abril de 2011, Aécio Neves pronunciou seu discurso inaugural no Senado, quando teve uma inédita fila de apartes de quatro horas e meia de duração, com a participação de mais de 30 senadores. Integrante da Comissão de Constituição e Justiça, Aécio tem como principais bandeiras a defesa da independência do Parlamento, hoje subjugado ao Executivo federal e a luta contra a concentração de recursos nos cofres federais em prejuízo dos municípios e estados.

Em 18 de maio de 2013, Aécio Neves foi eleito presidente do PSDB com mais de 97% dos votos dos convencionais tucanos. Em seu discurso de posse, defendeu o legado do ex-presidente Fernando Henrique, fez críticas ao governo do PT e prometeu percorrer o país durante seu mandato para conversar com os brasileiros sobre os principais problemas que vivem, debatendo ideias e propostas para a construção de um Brasil melhor.

Economista formado pela PUC-MG, deu seus primeiros passos na política aos 21 anos de idade, em 1981, quando começou a trabalhar ao lado do avô, o ex-presidente Tancredo Neves, de quem se tornou secretário particular.

Com Tancredo, Aécio percorreu o Brasil na luta pela redemocratização do país. O movimento nacional pelas eleições diretas para a Presidência da República (Diretas Já) e a eleição do avô como primeiro presidente civil desde o golpe de 1964 foram o início de sua trajetória política.

É filho do ex-deputado federal de Minas Gerais Aécio Cunha e neto de Tristão da Cunha.Aécio Neves tem 53 anos de idade e é pai de Gabriela.

Fonte: http://www.queremosaecionevespresidente.blogspot.com.br/2013/05/aecio-neves-presidente-do-psdb-conheca.html

Talvez você goste disso também:

DOBRE SEU INVESTIMENTO em 90 DIAS

Não precisa indicar ninguém para dobrar seu investimento em 90 dias.

Basta Acessar oTudo.com/GC e Cadastrar-se.



Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
20 ⁄ 1 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>