A moda e a necessidade

Nos últimos anos a moda tem ganhado status de arte, ocupando cada vez mais espaço na mídia e ganhando notoriedade muito maior do que em qualquer outra época da História da humanidade.

Pois no Brasil dos últimos anos, esse fenômeno também se deu de modo bem acelerado, com a moda adquirindo uma importância cada vez maior, e produzindo vertentes que expressam a criatividade brasileira, como a moda gestante e a moda jovem, por exemplo.

Pois muito dessa produção que gerou vertentes da moda no Brasil e no mundo, dando origem aos diferentes tipos de manifestação que vemos nas passarelas atualmente, nasceu da necessidade. E é dessa necessidade que criou, por exemplo, a já citada moda gestante, que vamos falar adiante.

A necessidade é o motor

Pois a moda que conhecemos hoje em dia, tão inventiva e tão representativa das individualidades do mundo moderno não nasceu desse jeito que vemos nas passarelas e nas ruas. Ela nasceu diferente. Na verdade, bem diferente mesmo, com uma forte influencia da necessidade na sua formação inicial, lá nos primórdios da humanidade, quando as primeiras comunidades começaram a se deslocar pelo mundo, sofrendo as intempéries do clima.

Moda gestante

Sabia que o Autor deste Post Ganha Dinheiro até Hoje por te-lo Escrito?
Ganhe Dinheiro Escrevendo Artigos

E a necessidade moveu a moda em sua gênese, criando as primeiras peças de roupa que se tem notícia, dando origem aos primeiros estilos vistos em toda a História. Mas de que necessidade nós estamos falando aqui? Ora, nós estamos falando da necessidade de se proteger do frio e da chuva, por exemplo, que foi o que moveu os primeiros seres humanos a criar as primeiras peças de roupas.

Foi para se proteger dessa influência climática que poderia ter nos matado logo nos primórdios de nossa trajetória na Terra que foram criadas as primeiras peças de roupa que viriam a dar origem ao conceito de moda que conhecemos hoje.

E esse conceito de moda que conhecemos hoje, deu origem aos diferentes tipos de vertentes de moda, como a moda gestante que já citamos, bem como a moda jovem, a moda evangélica, a moda gótica e por aí vai.

Após a necessidade original

Depois de descobrirmos qual foi nossa necessidade original, que nos levou a criar as primeiras peças de roupa que nos levaram ao surgimento da moda como a conhecemos hoje, vamos observar como novas necessidades foram servindo de motivação para o surgimento de novos conceitos de moda.

Após a nossa necessidade original, os seres humanos passaram a ter novas necessidades para a criação das roupas, e uma delas era a diferenciação entre grupos, que necessitavam da criação de roupas que os destacassem dos demais. É daí que surgiram as primeiras vestimentas de sacerdotes religiosos, por exemplo, que necessitavam de peças de roupas realmente diferentes, para que fossem vistos e diferenciados do restante da população.

E com isso, surgiram outras peças de roupa, sempre para atender a necessidade da diferenciação entre grupos e entre classes sociais, com as vestes reais, por exemplo, ou as vestes dos nobres. Os mais pobres, na maior parte das culturas, se vestiam com verdadeiros uniformes, pois desse modo, ficavam evidentes a qual grupo social eles pertenciam.

Novas necessidades

moda grávida

Pois os anos se passaram, e não foram poucos anos, até que começassem a surgir novas necessidades, especialmente com a cultura de massa, que teve inicio com a Revolução Industrial, e que nos levou ao surgimento de uma nova necessidade: a do ser individual.

Com essa necessidade, o cidadão comum passou a ter acesso a uma quantidade imensa de produtos de consumo, e com eles, também surgiram necessidades de diferenciação. E as novas necessidades levaram ao surgimento de diferentes tipos de moda, que ganharam força no século XX e que desembocam no que vemos nas ruas e passarelas do século XIX.

É uma moda que se transformou em muitas outras modas, para que os indivíduos pudessem se identificar dentro de grupos sociais variados, mas sem a uniformidade de outros tempos.

O conforto é uma necessidade

Pois além da diferenciação, que se tornou uma das maiores necessidades da história da moda durante toda a sua trajetória, também o conforto se converteu em uma grande necessidade.

E é por causa dele que surgiram alguns tipos de moda, como a moda casual, tão apreciada nos dias atuais, além da moda gestante, que foi pensada dentro de uma ideia de conforto para a mulher nas mais diferentes fases da gestação.

Talvez você goste disso também:

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Solve : *
20 ⁄ 10 =


Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>